Andersen Viana e Eduardo Hazan – Instrumental de Casaca (1989)


Boa tarde, amigos cultos, ocultos e associados! Hoje, Sexta Feira da Paixão, fiquei meio sem saber o que postar e numa tremenda preguiça de procurar algo condizente para este dia. Embora seja um dia santo, é também sexta independente. Daí foi que eu resolvi não fazer diferente. Vamos no independente O dia hoje pede uma música mais calma, algo contemplativo, porque não dizer. Foi daí que eu escolhi, mais à mão, este belo trabalho feito aqui nas Gerais. Trata-se do encontro de excelentes músicos, Andersen Viana na flauta e Eduardo Hazan ao piano. Os dois instrumentistas são figuras bem conceituadas no mundo da música erudita. Andersen é um compositor, maestro e produtor cultural mineiro. Um artista super premiado, com um pé no erudito e no popular. Filho de Sebastião Viana, revisor e assistente de Villa-Lobos e irmão do compositor e violinista Marcus Viana. Eduardo Hazan é paulista, de Santos. Também um músico premiado, com uma larga experiência musical, tendo se apresentado em diversos países da América Latina, nos Estados Unidos e Europa. Foi também professor na UFMG, FEA e UEMG. Assim como Andersen, mora em Belo Horizonte.

“Recital de Casaca”, contudo, não é um disco de música erudita. Lançado em 1989, de maneira independente, foi produzido pela Karmim, que logo se tornaria um selo. Neste álbum, vamos encontrar um repertório de música popular brasileira. Temos aqui onze música, literalmente escolhidas à dedo. Como se pode ver logo a baixo, vamos encontrar obras de Pixinguinha, Pattápio Silva, Zequinha de Abreu, Eduardo Souto, Johnny Alf, Sérgio Bittencourt, Flávio Venturini, Tom Jobim, Vinícius de Moraes e Cartola. Sem dúvida, um trabalho que merece se escutado. Confiram…
eu e a brisa
modinha
nascente
luiza
eu sei que vou te amar
as rosas não falam
carinhoso
despertar da montanha
margarida
primeiro amor
tico tico no fubá