Sílvia Maria – Coragem (1981)

Boa noite, amigos cultos e ocultos! Eu até que estava animado com os discos de samba, mas por não ter nada que achasse relevante em minha gaveta, preferi tomar outro rumo. Ou melhor, decidi postar outra coisa, outro disco… Vamos hoje com a cantora paulista Silvia Maria. Uma artista muito talentosa que em 1973 estreou em lp com o excelente álbum “Porte de rainha”, álbum este que eu já postei aqui há tempos atrás. Passaram-se quase oito anos até que ela voltasse em um novo álbum solo. Tomou coragem, quer dizer, gravou em 1980 este que foi o seu segundo trabalho e que justamente se chama “Coragem”. Um disco também muito bom, com dez faixas muito bem escolhidas e participação especial do violonista Baden Powell.
Pelo jeito, Silvia Maria não é desses artistas que gravam muito, mas sim que gravam bem. Em 2011 ela voltou à cena lançando o CD “Ave rara”. Vamos ver se a gente o encontra para postarmos aqui no Toque Musical numa próxima oportunidade. Confiram

samba da partida
fim de abril
irmão de fé
poema das lágrimas
kangala
pedacinhos do céu
fim de papo
acalmar
desperta
canção das flores
.

Silvia Maria – Porte De Rainha (1973)

Premiada em festivais na década de 70, vencedora do Festival Mundial Onda Nueva – Venezuela, interpretando “Heróica” de Adylson Godoy, concorrendo com Astor Piazzolla e Dave Grousin. Apresentou-se ao lado de Dorival Caymmi, Edu Lobo, Milton Nascimento, Baden Powel, entre outros. Para o cinema gravou a trilha “Bodas”, de Milton Nascimento, para o filme “Deuses e Mortos”. Gravou 2 LPs : “Porte de Rainha” (1973) e “Coragem”(1980), com participação especial de Baden Powell, Grupo Medusa, Adylson Godoy e Maestro Roberto Sion.

1. Porte de Rainha (Adilson Godoy)
2. Já Não Há Mais Tempo (Adilson Godoy)
3. Palhaços e Reis (Ivan Lins / Ronaldo Monteiro de Souza)
4. Molambo (Jaime Florence “Meira” / Augusto Mesquita)
5. O Que Vier Eu Traço (Alvaiade / Zé Maria)
6. Coincidência (Eduardo Gudin / Paulo César Pinheiro)
7. Como Eu Queria Que o Amor Voltasse (Adilson Godoy)
8. Festas Mortas (Edu Lobo / Gianfrancesco Guarnieri)
9. E Bateu-se a Chapa (Assis Valente)
10. Descaso (César Costa Filho / Ildásio Tavares)