Carlos Dafé – Pra Que Vou Recordar (1977)

Carlos Dafé já foi apresentado aqui em agosto. Agora eu volto trazendo outro disco dele. Na verdade, este era para ter sido o primeiro. Minha intensão era postar o álbum que tem duas músicas finas, “Pra Que Vou Recordar o Que Chorei” e “Tudo Era Lindo”. Apesar da confusão, acho que foi melhor assim. No final todo mundo saí ganhado. Por falar em ganhar, vai de bônus mais uma faixa, “Folhas Mortas”, numa interpretação marcante de Dafé.
A ordem das músicas não correspondem a indicada na contra-capa, mas tá tudo aí… ok?

Carlos Dafé – Venha Matar Saudades (1978)

Carlos Dafé é outro artista com uma longa e rica tragetória musical, mas pouco conhecido do grande público. Sua história começa lá pelos anos 60 quando integrou o grupo Abolição do Dom Salvador. Trabalhou com Tim Maia e fez parte do movimento de soul music no Brasil (Movimento Black Rio) ao lado de figuras como Cassiano, Gerson King Combo, Banda Black Rio, Dom Salvador, Tim Maia e outros… Suas composições foram gravadas por diversos e variados artistas. Ao longo desse tempo gravou alguns discos interessantes, como este que apresento, lançado em 1978. O cara continua na ativa. Recentemente ele participou do “Festival Rec-Beat” em Recife ao lado de artistas da nova geração como B Negão (Planet Hemp) e Thalma de Freitas. Um disco raro e uma preciosidade no mundo da “black music brasileira”. Mais um toque aí…