Guilherme de Almeida e Onestaldo de Pennafort Vol. IV

Este é mais um disco da coleção criada por Irineu Garcia e seu selo Festa. Nesta dobradinha temos Guilherme de Almeida e Onestaldo de Pennafort, outro grande poeta e tradutor de Paul Verlaine, William Shakespeare e Gustave Flaubert. Sua obra marcou o período final do movimento simbolista brasileiro, sendo por vezes considerado o último de seus representantes.

Carlos Drummond de Andrade – Por Paulo Autran

Como diz o mineiro: “trem bão é coisa boa”. E coisa boa sempre deve voltar. Claro que estou falando de Drummond, ele é um dos meus poetas favoritos. A poesia dele fica ainda mais linda na voz e intrepretação de Paulo Autran. Maravilha este disco. Não vou nem entrar em detalhes. Deixo que a curiosidade de vocês assim o faça… 😉

Cid Campos – No Lago Do Olho (2001)

Outro disco muito interessante do Cid Campos, que vale uma conferida. Como diz o outro: filho de peixe peixinho é. Neste álbum ele nos mostra uma panorâmica de seu trabalho. As 19 faixas do disco se dividem em dois momentos: músicas compostas por Cid ao longo de seus quase 20 anos de carreira (ele começou a tocar aos 16 anos) e versões musicadas para poemas, assinadas pelos poetas Augusto de Campos, Décio Pignatari, José Lino Grünewald,Walter Silveira, Haroldo de Campos e Lenora de Barros), declamados/cantados pelos próprios autores. Tem também Arnaldo Antunes e Adriana Calcanhoto.

Apertar o cinto
Corredeira
Crisantempo
Desktop
Etc
Êxtases
Flor da boca
Maringuelê
O comedor de cachorro
O olho do lago
Samba concreto
Tempoespaço
Vamp neguinha
Velocidade
Viventes e vampiros

Cecilia Meireles – Ou Isto, Ou Aquilo – Por Paulo Autran Vol.2

Cecília Meireles é considerada pela crítica poeta pertencente à segunda geração do Modernismo. No entanto, Manuel Bandeira afirmou que há em sua obra “as claridades clássicas, as melhores sutilezas do gongorismo, a nitidez dos metros e dos consoantes parnasianos, os esfumados de sintaxe e as toantes dos simbolistas, as aproximações inesperadas dos super-realistas. Tudo bem assimilado e fundido numa técnica pessoal, segura de si e do que quer dizer.” Entendeu? :/ Bom, o que importa é que Cecília Meireles é uma poetisa maravilhosa e neste disco, com interpretação de Paulo Autran, temos o prazer de ouvir seu mais conhecido trabalho para crianças. Em suas poesias, Cecília Meireles brincava com as formas e com a sonoridade, assim quem fosse ler seus versos poderia sonhar, com a “cabeça nas nuvens”.

Colar de Carolina
Pescaria
Moda da menina trombuda
O cavalinho branco
Jogo de bola
Tanta tinta
Bolhas
Leilão de jardim
Rio na sombra
Os carneirinhos
A bailarina
O mosquito escreve
A lua é do Raul
Sonhos da menina
Rômulo rema
O menino azul
As meninas
O último andar
As duas velhinhas
Ou isto ou aquilo
A flor amarela
O vestido de Laura
Uma palmada bem dada
A chácara do Chico Bolacha
A avó do menino
Canção da flor da pimenta
Para ir à lua
Lua depois da chuva
Figurinhas
Passarinho no sapé
A pombinha da mata
O sonho e a fronha
A língua do nhem
O menino dos ff e rr
Canção de Dulce
Na sacada da casa
Cantiga para adormecer
Lúlu
A folha na festa
Cantiga da babá
Enchente
O chão e o pão
Jardim da igreja
Canção
Roda na rua
Procissão de pelúcia
Pregão do vendedor de lima
O tempo do temporal
Sonho de Olga
O violão e o vilão
A égua e a água
Rola a chuva
O lagarto medroso
Uma flor quebrada
O pescador e suas filhas
O eco
O Santo do monte

Vinicius de Moraes – Poesia e Cancao Vol.1 e 2 (1966)

Música e poesia sempre andaram juntas. Elas se completam e fazem nascer a canção. Não é atoa que o Toque Musical vem trazendo já a alguns dias álbuns de poesia. Mas é preciso intercalar a fala com a música. Dessa forma, acho interessante postar discos como este, onde a poesia e a música se encontram verdadeiramente. Aqui temos numa só postagem dois discos, dois volumes que também considero básico em toda boa discoteca de mpb. Estes discos registram um tremendo show que aconteceu no Teatro Municipal de São Paulo, em dezembro de 1966, homenageando o poetinha Vinicius de Moraes. Participaram do tributo Carlos Lyra, Edu Lobo, Baden Powell, Ciro Monteiro, Francis Hime, Elizeth Cardoso, entre outros… Teve também a Orquestra Sinfonica de São Paulo e o quarteto formado pelas feras Cesar Camargo Mariano, Milton Banana, Azeitona e Copinha. Será que precisa falar mais? Imperdível!

Volume 1

01 – Abertura “Vinicilana” (Guerra Peixe) – Orquestra Sinfonica de Sao Paulo – Samba da Bênção (Baden Powell / Vinicius de Moraes) – Vinicius de Moraes / Coro

02 – A Bênção Francis Hime (Vinicius de Moraes) Texto – Paulo Autran – Saudade de Amar (Francis Hime / Vinicius de Moraes) – Francis Hime

03 – A Bênção Edu Lobo (Vinicius de Moraes) Texto – Suzana de Morais – Arrastão (Edu Lobo / Vinicius de Moraes) – Edu Lobo

04 – A Bênção Baden (Vinicius de Moraes) Texto – Paulo Autran – Berimbau (Baden Powell / Vinicius de Moraes) – Baden Powell

05 – A Bênção Carlos Lyra (Vinicius de Moraes) Texto – Suzana de Morais – Marcha da Quarta-feira de Cinzas (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes) – Carlos Lyra

06 – A Bênção Antônio Carlos Jobim (Vinicius de Moraes) Texto – Paulo Autran – Lamento no Morro (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) – Cyro Monteiro

07 – A Bênção Ari Barroso (Vinicius de Moraes) Texto – Vinicius de Moraes / Paulo Autran / Suzana de Morais

08 – A Bênção J S Bach (Vinicius de Moraes) Texto – Paulo Autran – Jesus Alegria dos Homens (Johann Sebastian Bach) – Vinicius de Moraes / Baden Powell / Coro

09 – Poética I e II (Vinicius de Moraes) Poesia

10 – Tempo Feliz (Baden Powell / Vinicius de Moraes) – Cyro Monteiro

11 – Soneto da Separação (Vinicius de Moraes) Poesia – Paulo Autran

12 – Canção do Amanhecer (Edu Lobo / Vinicius de Moraes) – Edu Lobo e Orquestra

13 – A Brusca Poesia da Mulher Amada (Vinicius de Moraes) Poesia

14 – Texto Sobre “Pobre Menina Rica” (Otto Lara Resende) Texto – Suzana de Morais

15 – Primavera (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes) – Carlos Lyra e Orquestra

16 – Canto de Ossanha (Baden Powell / Vinicius de Moraes) – Vinicius de Moraes / Baden Powell / Coro

Volume 2

01 – Abertura II (Guerra Peixe) – Orquestra Sinfonica de Sao Paulo

02 – Zambi (Edu Lobo / Vinicius de Moraes) – Edu Lobo

03 – Pedro Meu Filho (Vinicius de Moraes) – Vinicius de Moraes / Coro – texto

04 – Sem Mais Adeus (Francis Hime / Vinicius de Moraes) – Francis Hime, Orquestra e Coro

05 – Soneto da Fidelidade (Vinicius de Moraes) Poesia – Suzana de Morais

06 – Minha Namorada (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes) – Carlos Lyra e Orquestra

07 – A Bênção Pixinguinha (Vinicius de Moraes) Texto – Lamento (Pixinguinha / Vinicius de Moraes) – Cyro Monteiro

08 – Eurídice (Vinicius de Moraes) – Baden Powell e Orquestra

09 – Monólogo de Orfeu (Vinicius de Moraes) Poesia – with Elizeth Cardoso

10 – Vinicius Poeta do Encontro (Otto Lara Resende) Texto – Vinicius de Moraes / Suzana de Morais / Paulo Autran – Se Todos Fossem Iguais a Você (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)

Poets In New York – Frederico Garcia Lorca (1986)

Este disco que trago agora é uma comovente homeagem a um dos grandes artistas (principalmente poeta), Frederico Garcia Lorca. Por ocasião do cinquentenário da imperdoável execução (assassinato) do poeta, fuzilado pelos sublevados nacionalistas na Guerra Civil Espanhola em 1936. Reuniram-se 14 grandes nomes da música popular internacional para musicar Lorca em “Poeta En Nueva York”; sua obra póstuma. Temos no disco a presença de artistas de vários países, inclusive o Brasil, com Chico Buarque e Fagner cantando juntos uma da faixas.

1- take this waltz (leonard cohen)
2- els negres (lluis llach)
3- grido a roma (angelo branduardi)
4- nascimento de cristo (victor manuel)
5- your childhood in menton (david broza)
6- asesinato (pepe and paco de lucia)
7- a aurora (chico buarque and fagner)
8- blacks dancing to cuban rhythns (georges moustaki andmikis theodorakis)
9- unsleeping city (donovan)
10- kleines unendliches gedicht (manfred maurenbrecher)
11- oda a walt whitman (patxi andion)

Augusto de Campos & Cid Campos – Poesia É Risco


Augusto de Campos, poeta, tradutor e ensaísta, foi um dos criadores da poesia concreta brasileira. Cid Campos é músico/compositor, filho de Augusto. Desde 1982 tem participado de diversos trabalhos relacionados à música experimental ou à espetáculos multimídia.
Da parceria de pai e filho, surgiu o CD e o espetáculo Poesia é Risco (1995), performance “verbovocovisual” de poesia,música e imagem. As animações poéticas digitais, os ‘Clip-Poemas’, fizeram parte da exposição Arte/Suporte/Computador, na Casa das Rosas, em São Paulo.

Vinicius De Moraes, Clara Nunes E Toquinho – Poeta, Moça E Violão – A Historia Dos Shows Inesqueciveis (1973)

Este é mais um disco que merece a nossa atenção. Um álbum triplo com o registro de um show de Clara Nunes, Vinícius de Moraes e Toquinho. O espetáculo entitulado “Poeta, moça e violão”, aconteceu no Teatro Castro Alves, de Salvador, em 1973. No show, obviamente, há um pouco dos três, mas principalmente a poesia de Vinicius. Um disco imperdível!

01 – Pátria Minha (Vinicius de Moraes) Poema
02 – O Poeta Aprendiz (Toquinho / Vinicius de Moraes)
03 – Canção de Amor (Elano de Paula / Chocolate)
04 – Olhe Aqui Mr Buster (Vinicius de Moraes) Poema
05 – Lamento (Pixinguinha / Vinicius de Moraes)
06 – Mundo Melhor (Pixinguinha / Vinicius de Moraes)
07 – Chorando Pra Pixinguinha (Toquinho / Vinicius de Moraes)
08 – O Rancho das Namoradas (Ary Barroso / Vinicius de Moraes)
09 – Eurídice (Vinicius de Moraes) – Toquinho (Violão) e Franklin (Flauta)
10 – A Felicidade (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
11 – Garota de Ipanema (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
12 – Marcha da Quarta-feira de Cinzas (Carlos Lyra / Vinicius de Moraes)
13 – Berimbau (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
14 – Consolação (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
15 – Canto de Ossanha (Baden Powell / Vinicius de Moraes)
16 – Se Todos Fossem Iguais a Você (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
17 – Como Dizia o Poeta (Toquinho / Vinicius de Moraes)
18 – Veja Você (Toquinho / Vinicius de Moraes)
19 – Regra Três (Toquinho / Vinicius de Moraes)
20 – Cotidiano Nº 2 (Toquinho / Vinicius de Moraes)
21 – Cotidiano Nº 2 (Toquinho / Vinicius de Moraes) Versão francesa
22 – Gente Humilde (Garoto / Vinicius de Moraes / Chico Buarque)
23 – Paiol de Pólvora (Toquinho / Vinicius de Moraes)
24 – Clarice (Caetano Veloso / Capinan)
25 – Morena do Mar (Dorival Caymmi)26 – Opção (Gisa Nogueira)
27 – Tributo aos Orixás (Mauro Duarte / Ruben Tavares / Noca da Portela)
28 – São Demais os Perigos Desta Vida (Toquinho / Vinicius de Moraes)
29 – Tatamirô (Toquinho / Vinicius de Moraes)
30 – Tarde Em Itapoã (Toquinho / Vinicius de Moraes)

Joao Cabral De Melo Neto – Por Ele Mesmo

Filho de um senhor de engenho, João Cabral dividiu sua infância e adolescência entre os colégios tradicionais e os engenhos de açúcar mas ao contrário da maioria das crianças de berço aristocrático, se valeu do convívio com os trabalhadores da usina para moldar sua personalidade, tanto ideológica quanto estilisticamente. Seu trabalho é marcado pela rica descrição dos contrastes e pela capacidade de incorporar personagens socialmente muito distintos. Primo de Manuel Bandeira e Gilberto Freyre, João foi para o Rio de Janeiro em 1940, onde conheceu outro ícone da literatura brasileira contemporâneo a ele, Carlos Drummond de Andrade. João Cabral morreu em 1999, 43 anos depois de publicar sua obra mais conhecida, “Morte e Vida Severina”.

1.Poesia
2.Os Tres Mal-Amados
3.O Engenheiro
4.Psicologia Da Composicao
5.O Cao Sem Plumas
6.O Rio
7.Alguns Toureiros
8.Morte E Vida Severinha
9.Poemas Da Cabra
10.Estudos Para Uma Bailadora Andaluza
11.Festa Na Casa Grande
12.Uma Sevilhana Pela Espanha
13.Velorio De Um Comendador
14.Pernambucano E Malaga
15.O Sol Em Pernambuco
16.Educacao Pela Pedra, A
17.Duas Das Festas Da Morte
18.O Sertanejo Falando

André Luiz Oliveira – Mensagem – Fernando Pessoa (1986)

Este álbum foi idealizado pelo compositor e cineasta baiano André Luiz Oliveira. Grande admirador do poeta português Fernando Pessoa, em 1986, no cinqüentenário de morte do poeta, musicou diversos poemas do livro ‘Mensagem’ (1934). As músicas são interpretadas por Caetano Veloso, Cida Moreyra, Elba Ramalho, Belchior, Elizeth Cardoso, Moraes Moreira, Ney Matogrosso, entre outros…

Padrao – Caetano Veloso
O Infante – Elba Ramalho
Os Avisos…. (Terceiro) – Ney Matogrosso
A Última Nau – Ze Ramalho
O Desejado – Elizeth Cardoso
O Bandarra – Moraes Moreira
Prece – Gilberto Gil
Nevoeiro – Gal Costa
Epitaphio de Bartolomeu Dias – Belchior
Noite – Gloria de Lurdes
Dona Philippa de Lencastre – Cida Moreyra
Mar Portuguez – Andre Luiz Oliveira

Guilherme de Almeida e Paulo Bomfim

Pela coleção “Prosa & Poesia” do selo RGE, temos aqui mais dois grandes poetas. Guilherme de Almeida e Paulo Bomfim são dois dos mais famosos poetas paulistas. Paulo Bomfim é considerado o “Príncipe dos Poetas Brasileiros”, título que recebeu em 1991. Hoje, atua como Decano da Academia Paulista de Letras, onde ingressou em 1963. Guilherme de Almeida foi, talvez, um dos maiores poetas românticos do Brasil. Infelizmente eu não tive tempo para separar as faixas. Sendo assim, o álbum encontra-se em um único arquivo, ok?

Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade – Vol. I

Da coleção ‘dobradinha’ do selo Festa, segue aqui mais um disquinho com dois dos mais populares poetas brasileiros, Drummond e Bandeira. Apesar de ser uma pequena mostra de dois grandes poetas e ficar a sensação de ‘quero-mais’, vale pelo registro histórico.

Manuel Bandeira:
1 – evocação do recife
profundamente
noturno do morro do encanto
2 – vulgivaga
último poema
vou-me embora para passargada
poema só para jaime ovale
3 – arte de amar
última canção do beco
momento num café
tema e voltas
consoada
Carlos Drummond de Andrade:
1 – caso do vestido
2 – morte do leiteiro
3 – morte no avião

A Arte De João Villaret – Fernando Pessoa Por João Villaret

Este disco traz 15 poemas de Fernando Pessoa na voz de um dos mais importantes nomes do teatro português, João Villaret. Figura também como o mais querido e lembrado intérprete da poesia portuguesa. Na década de 50, chegou a gravar um disco declamando poetas brasileiros, pelo selo Festa a convite de Irineu Garcia.

01 excerto de uma ode
02 outro poema
03 tabacaria
04 o poeta é um fingidor
05 isto
06 sonetos 13 e 14 dos passos da cruz
07 a múmia
08 sino da minha aldeia
09 ela canta, pobre ceifeira
10 gato que brincas na rua
11 liberdade
12 o menino de sua mãe
13 o mostrengo
14 quatro odes de ricardo reis
15 três poemas de ‘o guardador de rebanhos’

Antologia Poética de Mário Quintana (1983)

Coletânea de poemas de Mário Quintana, o poeta que soube pintar a vida com fina ironia e até sarcasmo, sem abrir mão de seus sentimentos e emoções mais singelas. Os poemas aqui incluídos foram selecionados de diversos livros publicados ao longo da vida do poeta.

Desta vez, não irei relacionar as faixas/poemas por serem mais de 100. Porém tenho certeza que este disco traz os melhores poemas na voz do próprio autor.

Pablo Neruda – Poemas de Amor

Este LP com Neruda e seus poemas de amor, também foi produzido por”Irineu Garcia e seu selo Festa para a coleção “Alba Plena”. Os poemas deste lp são os seguintes:

Lado A
Farewell
Poema N. 6
Poema N. 18
Poema N. 15
Poema N. 4
Poema N. 10
Poema N. 20
Lado B
Un dia
A un reloje en la noche
A la jardinera
A la bela desnuda

Cecília Meireles e Guilherme de Almeida – Vol IX

Este disquinho faz parte da série lançada pelo selo Festa de Irineu Garcia, onde cada disco foi contemplado com dois poetas. Neste temos Cecília Meireles de um lado e Guilherme de Almeida de outro.
Cecília Meireles recita :
1- apresentação
2- retrato
3- elegia a uma pequena borboleta
4- guitarra
5- cavalo morto
6- romance da bandeira de inconfidência
7- continuação
Guilherme de Almeida recita:
1- carta a minha noiva