Discoteca Pública em novo endereço. Anota aí…

Santa Tereza ganha Discoteca Pública como novo espaço cultural.
A Discoteca Pública de Minas Gerais renasce em Santa Tereza depois de dois anos sediada no Mercado Distrital do Cruzeiro.
O bairro de Santa Tereza, localizado na zona leste da capital, é muito conhecido por ter sediado o famoso e cultuado Clube da Esquina em sua fase embrionária, além de seus bares e botecos disputadíssimos nos finais de semana.
Pois agora, seus frequentadores terão mais um motivo para desfrutar desse charmoso e histórico bairro: A Discoteca Pública, que agora se reinventa em nova sede abrindo um novo ciclo de trabalho, depois de um período frutífero no bairro do Cruzeiro.
Após quase dois meses de trabalho, contando mudança e reorganização de um acervo que conta com cerca de 20 mil títulos de música brasileira em vinil, a “nova” Discoteca Pública já se encontra à disposição dos visitantes, amantes do vinil e da música em geral.
Paralelo ao projeto, o pesquisador e coordenador da Discoteca Edu Pampani, também dispõe de uma loja no local, com discos usados, lançamentos e relançamentos em vinil com preços justos e CDs independentes, atendendo a todos que pretendem adquirir algum título que falte em sua coleção.
Com uma área privilegiada de 80 metros quadrados, além de um mezanino, a Discoteca Pública pretende ampliar seus horizontes, dando sequência ao trabalho de catalogação, higienização e digitalização dos vinis, além de agregar a esse acervo, livros, revistas, fotografias, partituras, fitas cassete, VHS, DVDs e CDs de artistas mineiros e de todo o Brasil.
Se modernizando a cada ciclo, a Discoteca agora ruma para uma fase mais abrangente e valorizando cada vez mais o universo da música em sua mais autêntica tradução.
Inaugurando um novo sistema de trabalho e com um conceito mais forte do que nunca, a Discoteca Pública já se encontra aberta para visitações e está mais viva do que nunca como um oceano à espera de navegantes dos mares musicais.
Rua Hermilo Alves, 134 – Santa Tereza 
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta de 10:00h às 19:00h
Sábado de 10:00h às 14:00h
Informações e agendamentos: 31 – 2514-5710 / 9 9215-5142

Toque Musical – 8 Anos No Seu Computador!

Meus prezados amigos cultos e ocultos, hoje o blog Toque Musical está completando 8 anos de existência. Considerando as circunstâncias, podemos dizer que este blog atingiu a maioridade. Resiste bravamente por conta de um seleto grupo de pessoas que aqui o visitam. Sei que muitos gostariam de poder deixar uma mensagem, ou comentário. Infelizmente, a seção de comentários para todas as postagens não está ativada e não está ativando. Não consegui corrigir isso, tentei de toda maneira e não deu certo, então, assim o blog tem ficado. Quem precisa falar realmente comigo me procura por e-mail ou através do facebook.
Aos trancos e barrancos nós vamos caminhando. Eventualmente eu posto alguma coisa que ainda chama a atenção.O fato é que os tempos são outros e o formato blog musical está perdendo espaço para coisas mais modernas, como o facebook. A gente procura ir conciliando, migrando um pouco também para essa plataforma. Ainda assim, seguimos resistentes, seja pela paixão, ou ainda, por um certo compromisso com vocês, fiéis seguidores! Viva o Toque Musical, aqui ou em qualquer lugar!

 

Toque Importante Aos Associados GTM

PREZADOS VISITANTES E ASSOCIADOS AO GTM,

INFORMO A TODOS QUE A PARTIR DESTA DATA VOCÊS NÃO MAIS ESTARÃO RECEBENDO, COMO DE COSTUME, OS ‘LINKS’ DE POSTAGENS DIÁRIAS OU ‘REPOST’ ATRAVÉS DE E-MAILS. ESTE ESTÁ SENDO O ÚLTIMO E-MAIL/MENSAGEM ENVIADO AO COLETIVO. DESTA DATA EM DIANTE, OS INTERESSADOS NOS ‘LINKS’ PARA ‘DOWNLOAD’ (O CONTEÚDO DAS NOSSAS POSTAGENS) DEVERÃO BUSCÁ-LOS DIRETAMENTE NO SITE DO GTM (https://groups.google.com/d/forum/toquelinkmusical).

A RAZÃO PARA A MUDANÇA É SIMPLES: DIRECIONAR OS ASSOCIADOS ÀS POSTAGENS DO BLOG E NÃO SÓ AOS ‘LINKS’.

PERCEBO QUE DOS QUASE DOIS MIL ASSOCIADOS, APENAS UMA PEQUENA PARCELA É ATIVA, PARTICIPA E SEGUE AS POSTAGENS DO TOQUE MUSICAL. ASSIM SENDO, LIMITO O COMPARTILHAMENTO, ELIMINANDO ASSOCIAÇÕES PASSIVAS. QUEM NÃO CORRE ATRÁS, NÃO VISITANDO O TOQUE MUSICAL, VAI FICAR NO ‘BARCO’ APENAS BOIANDO, SEM USUFRUIR CORRETAMENTE DO QUE NELE É OFERECIDO.

POR OUTRO LADO, ESSA AÇÃO TEM TAMBÉM O SENTIDO DE REDUZIR, OU ELIMINAR, UM COMPARTILHAMENTO QUE EU CHAMARIA DE ‘OBRIGATÓRIO’. DE AGORA EM DIANTE, CADA ASSOCIADO ACESSA APENAS AQUILO QUE LHE FOR DE INTERESSE.

– DÚVIDAS, SUGESTÕES E OUTROS ASSUNTOS DEVEM SEGUIR ATRAVÉS DESTE CANAL: toquelinkmusical@gmail.com

– SOLICITAÇÃO DE NOVOS ‘LINKS’ SEGUE COMO DE COSTUME, ENVIANDO A MENSAGEM ATRAVÉS DA SEÇÃO DE COMENTÁRIOS REFERENTE ÀS POSTAGENS. PEDIDOS FEITOS FORA DESSE PADRÃO NÃO SERÃO ATENDIDOS OU RESPONDIDOS.

QUEM NÃO SE DÁ AO TRABALHO DE LER AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NO BLOG/SITE, NÃO ESTÃO APTAS A FAZEREM PARTE DO GTM. ALÉM DO QUÊ, EU JÁ ESTOU CANSADO DE FICAR REPETIDO INDIVIDUALMENTE AQUILO QUE ESTÁ EXPLÍCITO, ESCRITO E SACRAMENTADO 🙂

FICOU CLARO?

Toque Musical – 5 Anos De Resistência!

Muito bom dia a todos! Hoje a data é especial aqui no blog, pois estamos completando cinco anos de atividades. Mais uma vez eu vou repetir, não esperava chegar até aqui. E quando eu digo isso, não é por conta da pressão, do descrédito e do despeito de alguns que passaram por aqui como nuvens negras. Isso eu sempre tirei, literalmente, de letra. O que eu não acreditava é ter tempo e paciência para uma empreitada diária. Se bem que, quando a gente faz uma coisa que gosta muito, não vê o tempo passar e em se tratando de música, discos e gravações, eu me dedico com afinco. Meu prazer é estar envolvido neste universo musical e ter o privilégio de poder ouvir, ditar e manusear discos raros, coisas super bacanas, que poucos podem ter acesso. Sinto-me bem podendo levar aos outros um pouco dessa minha riqueza. Nessa vida, só é feliz de verdade quem sabe compartilhar. Não há um prazer completo quando não se tem com quem dividir. Somos naturalmente dependentes e precisamos uns dos outros. Sinceramente, eu não estaria envolvido nessa história se achasse de verdade que estou prejudicando alguém. Muito pelo contrário, na aparente transgressão e anarquia, creio que fiz mais o bem do que o mal. É talvez por essa razão que eu permaneço e chego a ponto de criar um Toque Musical independente, bancando do próprio bolso o custeio de hospedagem do site. Felizmente, quando se faz o bem, a gente sempre encontrará no caminho outras pessoas dispostas a ajudar. E amigos, sejam eles cultos ou ocultos, nunca me faltarão. Aproveito, desde já, para agradecer os votos recebidos via e-mails, mensagens nos comentários e facebook. Obrigado a todos!

 

Toque Musical – 4 anos!

Pela quarta vez estamos aqui soprando as velinhas. A cada ano que passa o fogo aumenta mais. Sempre que me aproximo do final de um ciclo desses, penso que já é hora de parar. Mas, devo confessar, isso aqui é uma cachaça! Além do mais, o que eu poderia fazer tendo tantos discos (e dos mais variados) à mão, somado aos que regurlarmente me são enviados pelos meus bons e fiéis amigos colaboradores e parceiros? Ficar amontoado em pilhas de discos, guardando tudo para mim? Isso não faz sentido. Coisas boas são feitas para compartilhar! Música é cultura! E se ainda nos sobra essa riqueza, vamos usufrui-la, antes que a burrice faça mais estragos. Viva a liberdade de comunicação, de comunhão e fraternidade musical!
Parabéns para todos nós que sabemos dar valor à nossa arte maior, a música! Salvemos o Brasil! Salvemos todos nós! Parabéns ao Toque Musical! É hoje!!!

Para alguns talvez não importe
A outros no entanto seja o dia de festejar
Rir, brincar, cantar e pedir bis
Alegrar-se por ter entre tantos por aí
Blog de música para ‘com outros olhos ouvir’
É este o TOQUE MUSICAL do dia
No coração da gente fazendo brotar
Sensibilidade, saudade e alegria
Três anos hoje completas
Ofertando presentes diários de suma beleza
Quem visita sabe que vai encontrar vicejante
Uma memória musical que além de rara
Expressa do poeta esplendorosa proeza
Magia em pequenas doses
Universidade de lembranças e de história
Somos nós, os maiores presenteados
Internautas felizes por tua glória
Cuidado gentil de nos ofertar
Amor em letras e em melodias
Luzes constantes a nos brindar
Com amizade do BIOTRANSITANDO

O Brasil Na Copa Do Mundo (1970)

Vai Brasil!!! Daqui a pouco começa o jogo de Brasil x Portugal. Já estamos todos prontos. Eu porém, estou fazendo já a minha postagem do dia, pois sei que depois, dificilmente terei condições para isso. Como hoje é dia de Copa e também é sexta feira, dia do disco independente, vou postar este lp promocional, oferecido pelo Laboratório Lepetit quando em 1970 o Brasil se sagrou tri campeão mundial de futebol. Como em outros discos do gênero, já postados aqui, ele faz uma retrospectiva de algumas Copas, culminando no tricampeonato no México. É interessante também ouvir este disco, pois o roteiro e locução são diferentes. Uma outra visão documental do Brasil na Copa do Mundo. Espero que este disco nos dê sorte e daqui a pouco a gente possa vibrar com a nossa Seleção. Salve Brasil!!!

A Copa É Nossa 70 (1970)

Olá amiguinhos cultos e ocultos! A postagem de hoje é para os amantes do futebol, para os saudosistas e também para aqueles que não tiveram a oportunidade de conhecer as equipes que fizeram do time do Brasil tri campeão mundial de futebol. Para quem gosta de futebol, ouvir trechos das transmissões desses jogos é tão prazeroso como ouvir música. Este álbum, que é duplo, foi lançado pela RCA em 1970, logo após o Brasil se sagrar tri campeão. Nele encontramos o registro gravado de trechos das transmissões diretas de três Copas – 1958 na Suécia, 62 no Chile e 70 no México – feitas pela Rádio Bandeirantes de São Paulo. É nessa hora que a gente vê que aquele futebol com arte não existe mais. Cadê os craques???

Raros Em Bloco I





Olá! Como eu havia informado anteriormente, estou fazendo uma retrospectiva de alguns álbuns já postados aqui. Como disse, muitos dos nossos visitantes não fazem idéia do que temos no acervo e embora tenhamos diversas maneiras para acessar as antigas postagens, muitos se limitam ao que vêem. Assim, deixa eu mostrar um pouco do que já passou. Selecionei alguns dos álbuns mais raros e caros da fonografia nacional, objetos de desejo de muitos colecionadores.
Clique na imagem para ir direto à postagem original.

Sétima Feira do Vinil & Cds Independentes

Atenção colecionadores, pesquisadores, amantes do vinil ou do cd! DJ’s e músicos em geral. Todos ligados na feira do disco que acontece em Belo Horizonte, promovida pela Discoteca Pública, no sábado, dia 14 de março. É diversão garantida para todo o dia. Vai ter compra, venda, troca e outros negócios. Nesta, até eu vou participar e garimpar algumas coisas boas aqui para o Toque Musical. Serei o representante dos ausentes. Quem quiser conferir na agulha o que rola por aqui, é só baixar na minha banca que vai encontrar. Muita raridade, venham ver e ouvir com a gente 😉

Galo – Futebol É Vida E Alegria

Olá a todos! Aqui estou eu novamente, excepcionalmente e obrigatoriamente respondendo aos inúmeros e-mails que pediam a volta do Toque Musical. Eu ainda estou meio perdido, pois a minha intenção era a dar uma desafogada, criando um blog privando e sem interferências. Porém percebi que na modalidade privada, o grupo seria limitado à apenas 100 pessoas. Idéia descartada, parti para outra… Abrir apenas nos fins de semana? É, pelo jeito isso também não vai dar certo (embora para mim, fosse o ideal). Ainda continuo perdidão. O que fazer? Ser ou não ser? Eis a questão…
No momento a única coisa que sei é que o Carnaval está chegando e eu gostaria muito de poder fazer uma semana temática, postando aqui algumas jóias raras que embalaram os muitos bailes e ainda hoje são trilhas para a folia em todo o Brasil.
Assim por enquanto, nos próximos dias, vou mantendo as portas abertas. Enquanto me der na ‘veneta’ ou até quando me for possível. Todos são bem vindos.
Para (re)começar estou trazendo uma seleção musical diferente. Ao ritmo de marchinhas carnavalescas, temos aqui reunidos quatro compactos gravados nos anos 60 com músicas dedicadas ao Clube Atlético Mineiro, um dos mais tradicionais e importantes times de futebol do Brasil. Criado a mais de 100 anos (hoje meio capenga), o Galo foi em Minas Gerais o time das massas. O mais querido das alterosas, como diziam antigamente. É, foi mesmo antigamente… hoje o galinho vai de mal a pior. Ontem mesmo perdeu para o Cruzeiro, seu maior adversário, por 2×1. Em outras épocas o Atlético foi grande em todos os sentidos, não apenas no futebol. Ser mineiro era ser atleticano. Prova disso são esses disquinhos da época de ouro do time, onde podemos constatar sua importância e a paixão de um povo pelo alvinegro das Geraes. Mais que uma simples coletânea destinada aos atleticanos, esta é uma seleção musical histórica que pode despertar o interesse de qualquer um (até cruzeirenses). São sambas e marchas bem carnavalescos. Gravações lançadas pela CBS e Bemol. Muito interessante, vale a pena conferir, independente de qual seja o seu time.
Esta postagem é dedicada aos dois jovens torcedores atleticanos que foram metralhados (um deles morreu) por outros dois da torcida adversária cruzeirense, ontem, algumas horas antes do jogo entre os dois times. Lastimável o espírito esportivo dessa gente.
Por essas e por outras é que o futebol deixou de ser, para mim, uma paixão. Agora, só pela televisão e olhe lá…

hino ao clube atletico mineiro – côro e orquestra cbs
homenagem a minas gerais – côro e orquestra cbs
galo legal – josé dias
o galo está tinindo – josé dias
o mais querido – nely caldeira
galo de todas as raças – nely caldeira
esse galo é um espeto – tony damito e os braza cinco
galinho tu és o maior – tony damito e os braza cinco
PS.: Aos torcedores de outros times, não se preocupem… em breve faremos uma semana com os grandes times do Brasil (primeira e segunda divisão, ok?)

Arena Conta Zumbi (1965)

Interessante… Em pouco mais de uma semana, três pessoas, em situações totalmente distintas, me perguntaram se eu teria no blog o disco Arena conta Zumbi. Eu tinha certo de que já o havia postado, não sei porque razão. Depois me lembrei de outras encarnações e tudo ficou claro. Realmente, eu ainda não o apresentei aqui no Toque Musical. Portanto, hoje vamos a ele 🙂
“Arena conta Zumbi” é uma peça teatral de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri, com música composta por Edú Lôbo. O musical, um marco na trajetória do Teatro de Arena, estreou neste saudoso e emblemático teatro de São Paulo, no dia 1 de maio de 1965. A direção musical foi de Carlos Castilho que também participa tocando violão e a direção geral de Augusto Boal. No elenco, entre outros haviam o Guarnieri, Lima Duarte, Dina Sfat e Marília Medalha.
O texto da peça é baseado no romance de João Felício dos Santos e conta a história do Quilombo dos Palmares e da vinda de Zambi para o Brasil num barco negreiro. Porém, a adaptação de Boal e Guarnieri refletia a realidade do momento, o contexto social, cultural e principalmente político do país naqueles anos. Como exemplo, temos incluído um discurso do General Castelo Branco que na peça é fala do personagem, o governador Dom Ayres.
Esta peça teve várias montagens, não apenas no Brasil, mas também na Argentina, Uruguai, França e América.
Apesar de existir pausa entre falas e músicas no disco, eu achei por bem não separá-las, mantendo inteiros os lados A e B.

Basf – 50 Anos De Memória Brasileira 1934-84 (1984)

Comemorando os 50 anos da fita de gravação no Brasil, a BASF em 1984 brindou à um limitado público com esta antologia sobre “50 Anos de Memória Brasileira”. O trabalho, obviamente, foi apresentado em fita cassete (lembram dela?). Nele, uma equipe de pesquisadores, coordenada por Maurício Quadrio, procurou reunir todos os fonogramas e registros possíveis sobre nossa história recente. Esta fita é bem ao estilo do lp Nosso Tempo. Há inclusive uma série de fotogramas que são os mesmo do disco. Mesmo assim, não deixa de ser um trabalho valioso que merece estar disponível para todos.

O Brasil Canta Por Um Mundo Melhor – Brazilo Kantas Por Pli Bona Mondo (1970)

Hoje o dia foi foda! Desculpe-me a expressão. Mas só agora estou conseguindo construir e publicar a postagem do dia. E mesmo assim terei que ser breve, pois tenho ainda uma estrada pela frente. Alguém aqui fala Esperanto? Então escuta…
Mais um trabalho fonográfico interessante e curioso temos para esta sexta-feira. Um disco gravado em Esperanto. “Brazilo kantas por pli bona mondo” (O Brasil canta por um mundo melhor), foi um álbum idealizado pelo professor Sylla Chaves, um dos mais importantes esperantistas brasileiros, membro da Academia de Esperanto, jornalista, escritor e poeta. O lp apresenta ao público uma amostra do que é o Esperanto, através de uma seleção de poemas e clássicos musicais de consagrados autores brasileiros, vertidos para esta língua por Sylla Chaves. Participam do álbum Franca Fenatti, Antonio João e Aurora Miranda. Os arranjos e regência são do maestro Cipó.
Para aqueles que não sabem, o Esperanto é uma língua neutra auxiliar e internacional, criada por Lázaro Zamenhof, na Polônia em 1887. Seu objetivo principal é facilitar a comunicação entre povos de idiomas diferentes. Embora pouco divulgado, ele está presente em mais 120 países pelo mundo. Dizem que é uma língua relativamente fácil de se aprender. No Brasil existem muitos adeptos e sua atuação é constante. Saiba mais a respeito do Esperanto através do site Liga Brasileira de Esperanto.

esperanto – apresentação
cinco náufragos / kvin dronintoj – syllas chaves
ave maria do morro / avemaria en la monto – franca fenati
hino / himno – syllas chaves
cai, cai, balão / tuj, tuj, balon – aurora miranda
josé / jozefo – sylla chaves
quero que vá tudo pro inferno / iru cio al la inferno – franca fenati
luar do sertão / internlanda luno – antonio joão
ninguém me ama / neniu amas min – aurora miranda
maringá – antonio joão
a banda / la muzikistaro – franca fenati
chão de estrelas / planko stelplena – antonio joão
tico tico no fubá / zonotriko en la faruno – aurora miranda

A Cruz E A Rosa – Filosofia Perene / História de Aishá (1976)

Olá a todos! Inicialmente quero informar que continuo recolhendo os e-mails para o caso de uma possível mudança em nossa rotina musicultural. Não há um prazo limite e espero não precisar.
Para hoje, mais uma curiosidade fonográfica. Um álbum para iniciados e iniciantes. Não sei se diria um disco com libreto ou um libreto com disco. O certo é que este álbum foi criado pela Ordem Rosa Cruz, uma organização mundialmente conhecida de caráter místico e filosófico que, segundo falam, tem por objetivo fazer com que as pessoas descubram e utilizem seu verdadeiro potencial interior.
Devo confessar que só agora, ao pegar neste disco, tive interesse em conhecer melhor o trabalho da Ordem. E tudo por causa da participação do compositor Luiz Eça (que deve ser Rosa Cruz). Fiquei curioso para ouvir a trilha que ele havia composto para o disco. Acabei ouvindo bem mais do que eu esperava. O disco se divide em dois momentos: Filosofia Perene e História de Aishá, que são sequências de citações extraídas de textos e pensamentos de diversos místicos, filósofos e escritores. É algo muito bonito de se ouvir.

filosofia perene – carlos alberto s. soares
história de aisha – p. a. freire
*música composta e executada por luiz eça

Chacrinha E Supersonics – As Super Quentes Da Discoteca (1972)

Alô Terezinha! Disseram que ele não vinha, olha ele aí! É.. é ele mesmo, o velho guerreiro. Figura singular dos programas de auditório, Chacrinha foi talvez o mais famoso apresentador de programas de auditório do Brasil. Com seu estilo fanfarrão, cheio de palhaçadas, num visual sempre muito colorido, ele realmente comandava a massa, como já dizia Gilberto Gil. Seus programas de auditório eram uma verdadeira festa. Tinha de tudo e para todos.
Seu nome era José Abelardo Barbosa de Medeiros e o apelido Chacrinha nasceu quando ele ainda era radialista. A emissora onde trabalhava era numa pequena chácara e ele se referia a ela como ‘chacrinha’, daí pegou. Mas a figura do Chacrinha surge mesmo no final dos anos 50, quando a TV Tupi estréia o programa Discoteca do Chacrinha. Ao longo do tempo ele trabalhou em diversas emissoras de tv, mantendo consigo o estilo do velho palhaço e o mesmo formato de programa. Foi a cada dia acrescentando novidades, como a cartola, a buzina, o disco numérico de telefone e muitas cores. Tudo isso para decorar ainda mais a festa com artistas diversos, cantores e calouros. Quem não se lembra do troféu abacaxi? Era uma época boa e farta, tinha até bacalhau distribuido na platéia. Era uma zorra total. Mas o melhor mesmo eram as dançarinas, as famosas “chacretes”. Me lembro de algumas como, Lia Hollywood, Gracinha Copacabana, Índia Amazonese, Índia Poti, Sarita Catatau, Fernanda Terremoto, Leda Zepepelin e a mais famosa de todas, até hoje botando para quebrar, Rita Cadillac.
Este disco foi gravado em 1972, com produção de Milton Miranda e direção musical do maestro Gaya. Nele temos o velho guerreiro cantando e fazendo das suas ao lado de um côro, possivelmente de chacretes. O repertório é bem variado e as músicas não são separadas por faixas. É festa do lado A e do lado B.

mon amour, meu bem, ma femme
agora eu sei
eu quero botar meu bloco na rua
concerto par um verão
são coisas da vida
cavaleiro de aruanda
fio maravilha
nó na cana
gato e sapato
vou tirar você desse lugar
esta noite você vai ter que ser minha
o jornalista (o enviado especial)
rock and roll lullaby
alone again
let me sing, let me sing

As 20 Melhores Para Vizinho Chato (2007)

Todo mundo, alguma vez na vida, já teve problemas com o vizinho. Principalmente quem mora em apartamento. É mesmo de lascar essa relação comunitária que separa a gente do outro apenas por uma simples e fina parede de tijolos. Fica difícil manter mais afrouxada a nossa privacidade. Qualquer barulhinho pode ser ouvido pelo vizinho. Seus atos, seus passos, suas idas e vindas… são sempre acompanhados por ‘olhos mágicos’ e cameras de segurança. Nesses meus tempos vivendo em apartamento descobri que o vizinho chato é aquele que se acha o dono do pedaço, como se os outros moradores fossem seus inquilinos. Vigia, fofoca e trama. Felizmente, aqui para os meus lados isso já acabou. Mas sei que é um desgosto dos mais comuns e todo mundo tem alguma estória dessas pra contar.

Mas eis que surgi uma nova técnica para enfrentar seus vizinhos chatos. Agora você vai poder vencê-los pelo cansaço. Com este curioso disquinho (faça o seu) você vai poder se vingar não apenas da Candinha, mas também daquela turminha da república que mora ai do lado e não deixou você dormir a noite passada com aquela festa infernal. Taí a sua chance de vingança. Aumete o volume, aperte o play, configure para tocar e repetir todas e saía para dar um passeio. Só volte se o síndico ligar pedindo “pelo amor de Deus” para você parar. Tenho certeza que depois dessas, a turma aí no prédio vai ficar ‘pianinho’. Divirtam-se…

Orquestra Guerra Peixe & Coral De JOAB – Pra Frente Brasil

Hoje eu acho que faltou uma pitada musical a mais. Esse negócio de relaxamento é bom, mas se não houver um pouco mais de música, fica difícil. Este compacto, na verdade, era para ter entrado ontem, junto com o disco da Seleção Brasileira de Futebol. Fazendo um gancho também com o disco do Miguel Gustavo, criador da música que virou hino e sinônimo de Copa do Mundo. Neste compacto temos as duas versões como a Orquestra do Maestro Guerra Peixe. De um lado a versão instrumental e do outro a versão vocal com o Cortal de Joab. Taí… um disquinho de fim de noite. 😉

Yogaterapia – Alívio A Estafa E A Tensão

Diante ao ibope que vem dando os discos extras, as curiosidades e raridades fonográficas de um modo em geral, me vejo forçado a continuar na trilha. Teremos uma semana bem variada.
Hoje, segundona… que tal uma aula de yoga para relaxar? Eu sei que estamos fugindo da mira musical, mas relaxados e concentrados podemos ir mais longe e ouvir melhor.
Com o apoio da professora Stella Schneider, você poderá curar-se do cansaço físico e mental. Este disco é uma aula de relaxamento que pode ser muito bem aproveitada, principalmente para aqueles que já tiveram algum contato com as práticas do yoga.Se a música naturalmente já nos deixa relaxados, como a prática do yoga, vamos ficar que nem o Bené Fonteles, zen… Então, relaxa que encaixa 🙂