Fafá Lemos – Para Ouvir Dançando (1957)

Olá amigos cultos e ocultos! Fechando o nosso domingão, aqui vai o post do dia, ou melhor dizendo, do fim do dia 🙂 Ultimamente a coisa está assim… Acho que não é só falta de tempo, é desânimo também. Espero que seja só uma fase. Mesmo assim, vamos tentando manter a casa em pé, né?
Hoje eu trago para vocês o violinista Fafá Lemos, um insturmentista que dedicou seu violino a serviço da música popular. Ao lado de Garoto e Chiquinho do Acordeon, formou o Trio Surdina. Fez parte do conjunto que acompanhava Carmem Miranda nos Estados Unidos. Embora fosse um músico de formação erudita, focou seu trabalho na música popular. Fafá gravou diversos discos ao longo de sua carreira. Entre esses temos “Para ouvir dançando”, lp de dez polegadas, lançado pela RCA Victor em 1957. Aqui iremos encontrar oito fonogramas gravados originalmente e lançados em 78 rpm. Alías, isso era uma das coisas mais comuns naquela época. Eram os fonogramas sendo transferidos para um novo suporte, então o lp de dez polegadas, com até oito faixas! Temos então…

meu guarda chuva
granfino
meu panamá
rosita
canarinho feliz
joãozinho boa pinta
cigano no baião
se alguém disser
.

Noel Rosa – Vários Odeon (1962)

Olá! Hoje, para facilitar a minha vida e alegrar a de todos nós, vamos com a música de Noel Rosa. É como dizem, quando o doce é bom a gente não enjoa. Noel é sempre Noel, seja cantado por quem for. E aqui ele vem nas vozes e instrumentação de grandes nomes do ‘cast’ da Odeon, no início dos anos 60. Este álbum, conforme nos indica um dos textos da contracapa, foi lançado pela gravadora no sentido de relembrar o Poeta da Vila, no 25º ano de sua morte. Foram reunidos neste lp doze das mais badaladas músicas criadas por Noel Rosa, um verdadeiro festival de sucessos. Muitas dessas gravações vocês também poderão encontrar em outros discos da gravadora já postados aqui anteriormente. Na contracapa há também um texto do Sérgio Cabral falando um pouco sobre cada uma das faixas, o que facilitou ainda mais o meu trabalho.
O toque inicial eu já dei, agora vocês podem ir rolando a bola. 😉

feitio de oração – coral de ouro preto
mulato bamba – mário reis
fita amarela – sambistas da guanabara
rapaz folgado – francisco egydio
feitiço da vila – côro odeon
último desejo – roberto luna
até amanhã – trio irakitan
pastorinhas – a banda do corpo de bombeiros rj
gago apaixonado – moreira da silva
eu vou prá vila – astor e orquestra
pra esquecer – solon salles
conversa de botequim – fafá lemos

Fafa Lemos – Seu Violino E Seu Ritmo (1959)

Despertando para um novo dia e antes que ele me chame para outras obrigações, vou rapidamente preparando nossa postagem.
Hoje eu tenho o prazer de trazer até vocês um instrumentista muito especial, um dos precursores da Bossa Nova e introdutor do violino na música popular brasileira – Rafael Lemos Junior – mais conhecido como Fafá Lemos. Sua trajetória na música começa cedo. Aos nove anos de idade já se apresentava ao lado da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Acompanhou Carmen Miranda, foi parceiro de Garoto, Luiz Bonfá, Chiquinho do Acordeon e nos seus últimos acordes tocou com a pianista Carolina Cardoso de Menezes. Com Garoto e Chiquinho do Acordeon, formava uma das versões o Trio Surdina. Morreu praticamente esquecido em 2004.
Neste disco, um lp de 12 polegadas, temos como maior destaque a, então novíssima e revolucionária, “Chega de Saudade” de Tom e Vinicius. Nesta versão já podemos ouvir os ecos da batida de João Gilberto. A bossa já estava na ordem do dia. Mas além do clássico, temos um repertório variado, recheado de sucessos nacionais e internacionais, como cabe a um artista como Fafá Lemos. “Seu violino e seu ritmo” é um álbum nota 10! Não deixem de conferir… 🙂

jalousie
lamento
love is a many splendored thing
noche de ronda
saturado
a noite e a lua
chega de saudades
a certain smile
piccolissima serenata
balada triste
acercate mas
sej lá, com for