Os Velhinhos Transviados – Dance Com Os Velhinhos Transviados Vol. 2 (1970)

Bom dia! Ontem alguns de vocês ficaram na dúvida quanto ao arquivo postado do Victor Assis Brasil, isso devido ao tamanho (162 megas), sendo apenas quatro músicas. A razão é que eu sem querer acabei incluindo o arquivo de trabalho, o bruto, sem separação de faixas. Daí ficou com se fosse uma repetição. Tanto melhor para aqueles que costumam dar uma ‘tratada’ no som, podem usar o original, caso não gostem do resultado nas faixas separadas.

No vai e vem, hoje vamos com o conjunto “Os Velhinhos Transviados”. Falar desse grupo instrumental que surgiu nos anos 60 é obrigatoriamente falar do seu criador, o multi instrumentista e compositor Zé Menezes, o homem das muitas cordas. Ele foi o espírito oculto em muitos corpos. Um artista que iniciou ainda criança seu trabalho com a música. Nasceu no Ceará e por volta dos 10 anos já se apresentava profissionalmente. Sua ficha é extensa e falar dele exigiria um tempo que eu não tenho. Na década de 40 ele veio para o Rio de Janeiro, trabalhou no rádio, foi parceiro de outros grandes nomes como Luiz Bittencourt e o genial Garoto. É autor de inúmeras composições, muitas que fizeram sucesso através de outros artistas. Participou dos conjuntos Os Milionários do Ritmo e do Quarteto Continental, que viria depois a se tornar o Sexteto Radamés. Nos início dos anos 60, com muitas mudanças no meio musical brasileiro, ele galhofeiro, criou Os Velhinhos Transviados. Este grupo bem humorado, a começar pelo nome, fez muito sucesso durante os anos 60 e início dos 70. ‘Transviado’ era um termo que equivalia à ‘moderninho’, embora muita gente o aplicasse para designar ‘boiolice’. A turma da Jovem Guarda era o que se pode chamar de ‘transviados’. Não sei bem a origem, mas tem a ver com a modernidade juvenil daqueles tempos. Os Velhinhos Transviados era um grupo que se propunha a seguir uma linha e sonoridade jovem, embora seus integrantes já estivessem acima dessa faixa etária. Tratavam com humor e jovialidade a interpretação de temas, as vezes até antigos. Gravaram um dezena de discos e entre eles este que estou trazendo para vocês. “Dance com os Velhinhos Transviados, Vol. 2” é mais um álbum que não foge a regra, nele podemos encontrar do rock ao samba. Músicas nacionais e internacionais bem conhecidas, feitas aqui para dançar.
Um fato interessante é saber que Zé Menezes, embora tenha gravado centenas de discos, apenas no final de carreira, aos 83, foi que gravou seu primeiro e único álbum autoral.
dang dang
limbo rock
baby elephant (o passo do elefantinho)
the mexican shuffle
road hoag (o calhambeque)
my boy lollipop
ya ya
na cadência do samba
mafuá
gostar de alguém
samba de balanço
garota solitária
alá lá ô
tem bobo pra tudo

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta