Galo – Futebol É Vida E Alegria

Olá a todos! Aqui estou eu novamente, excepcionalmente e obrigatoriamente respondendo aos inúmeros e-mails que pediam a volta do Toque Musical. Eu ainda estou meio perdido, pois a minha intenção era a dar uma desafogada, criando um blog privando e sem interferências. Porém percebi que na modalidade privada, o grupo seria limitado à apenas 100 pessoas. Idéia descartada, parti para outra… Abrir apenas nos fins de semana? É, pelo jeito isso também não vai dar certo (embora para mim, fosse o ideal). Ainda continuo perdidão. O que fazer? Ser ou não ser? Eis a questão…
No momento a única coisa que sei é que o Carnaval está chegando e eu gostaria muito de poder fazer uma semana temática, postando aqui algumas jóias raras que embalaram os muitos bailes e ainda hoje são trilhas para a folia em todo o Brasil.
Assim por enquanto, nos próximos dias, vou mantendo as portas abertas. Enquanto me der na ‘veneta’ ou até quando me for possível. Todos são bem vindos.
Para (re)começar estou trazendo uma seleção musical diferente. Ao ritmo de marchinhas carnavalescas, temos aqui reunidos quatro compactos gravados nos anos 60 com músicas dedicadas ao Clube Atlético Mineiro, um dos mais tradicionais e importantes times de futebol do Brasil. Criado a mais de 100 anos (hoje meio capenga), o Galo foi em Minas Gerais o time das massas. O mais querido das alterosas, como diziam antigamente. É, foi mesmo antigamente… hoje o galinho vai de mal a pior. Ontem mesmo perdeu para o Cruzeiro, seu maior adversário, por 2×1. Em outras épocas o Atlético foi grande em todos os sentidos, não apenas no futebol. Ser mineiro era ser atleticano. Prova disso são esses disquinhos da época de ouro do time, onde podemos constatar sua importância e a paixão de um povo pelo alvinegro das Geraes. Mais que uma simples coletânea destinada aos atleticanos, esta é uma seleção musical histórica que pode despertar o interesse de qualquer um (até cruzeirenses). São sambas e marchas bem carnavalescos. Gravações lançadas pela CBS e Bemol. Muito interessante, vale a pena conferir, independente de qual seja o seu time.
Esta postagem é dedicada aos dois jovens torcedores atleticanos que foram metralhados (um deles morreu) por outros dois da torcida adversária cruzeirense, ontem, algumas horas antes do jogo entre os dois times. Lastimável o espírito esportivo dessa gente.
Por essas e por outras é que o futebol deixou de ser, para mim, uma paixão. Agora, só pela televisão e olhe lá…

hino ao clube atletico mineiro – côro e orquestra cbs
homenagem a minas gerais – côro e orquestra cbs
galo legal – josé dias
o galo está tinindo – josé dias
o mais querido – nely caldeira
galo de todas as raças – nely caldeira
esse galo é um espeto – tony damito e os braza cinco
galinho tu és o maior – tony damito e os braza cinco
PS.: Aos torcedores de outros times, não se preocupem… em breve faremos uma semana com os grandes times do Brasil (primeira e segunda divisão, ok?)

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

10 pensou em “Galo – Futebol É Vida E Alegria

  1. Faaaaaaaaaaala, Mestre TM!
    Já atualizei o link pra cá, lá no Pântano.
    Passe por lá e deixe seu e-mail (não será publicado!) pra que a gente possa trocar umas idéias sobre essa coisa toda de deletarem blogs…
    Boa sorte com o novo endereço.
    Abração.
    Valeu!
    ML

  2. Hoje em dia eu até concordo com você. Mas o Galo é o tipo de freguês mal pagador. Consulte a história do futebol e você vai confirmar isso. Mesmo ruim das pernas, sinônimo de Timão aqui em Minas, anda é o Galo.
    Veja a baixo o saldo histórico, até que não estamos muito atrás…
    Números do confronto entre o Galo e o Timão em toda a história:
    Total de jogos: 76 jogos
    Vitórias: 28 vitórias (36,84%)
    Empates: 23 empates (30,26%)
    Derrotas: 25 derrotas (32,89%)
    Gols Pró: 115 gols pró (1,51 média por jogo)
    Gols Contra: 108 gols contra (1,42 média por jogo)

  3. Amigo ser-lhe-ia possível repostar este disco? Um abração e muito obrigado por tanta coisa boa.

Deixe uma resposta