João Donato – Sambou, Sambou (1965)

Hoje está sendo o primeiro dia em que o nosso blog se coloca fechado para todos. A razão para isso não foi apenas o ‘fuzuê’ criado em torno da postagem da fita do João Gilberto. Devo confessar a vocês que apesar da minha paixão por tudo isso, ando meio cansado. Há tempos venho precisando tirar umas férias, dar uma relaxada e ficar sem compromissos. Gosto muito da minha atividade no blog, a ponto de tê-lo criado com postagens diárias. Fazer uma postagem é algo relativamente simples e rápido, porém, num blog como este a coisa não é bem assim. Carece de um certo preparo e conhecimento sobre o álbum que se está publicando. Isso para não falar do trabalho de bastidores. É mesmo um trabalho complexo, quando buscamos algo consistente. Por essas e por outras, achei que agora foi um bom momento para eu dar uma pausa.
Estou pensando numa maneira diferente de manter o blog sem muitos riscos. Longe dos olhos daqueles que vão contra à minha jornada diária. No que depender de mim, farei o possível para continuar levando até vocês um pouco dos sonhos perdidos.
Apesar dos pesares, não deixarei nos próximos dias de manter diária as nossas postagens.
Para hoje temos o genial João Donato em um álbum importado de 1965. Com ele tocam Tião Neto no baixo, Milton Banana na bateria e Amaury Rodriquez no bongô e pandeiro. Este disco, me parece, foi relançado em cd no Japão em 1994. Por aqui nunca chegou. Alguns blogs já o publicaram, mas o que temos aqui é mais um trabalho de ajuste feito pelo Chris do Rio, realçando ainda mais as qualidades do som. Se você ainda não teve a oportunidade de ouví-lo, sua boa chance está aqui.

muito a vontade
tim dom dom
pra que chorar
sambou… sambou
jodel (café com pão)
vamos nessa
minha saudade
naquela base
olhou pra mim
tema teimoso
só se for agora
caminho de casa

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta