Camafeu de Oxossi – 1968 e Berimbaus Da Bahia (S/D)

Alternando entre os discos do Projeto Minerva, tenho apresentado alguns outros ligados à música de Umbanda, dos terreiros e fundo de quintal. Nessa linha, a Bahia é insuperável, rica em suas tradições e complexa nas questões espirituais, é por certo o estado brasileiro que melhor caracteriza a essência da cultura negra e sua herança africana.

Hoje, na sequência, estou trazendo uma das figuras mais interessantes da Bahia, Apio Patrocínio da Silva, o Camafeu de Oxossi. Personalidade tradicional baiana, conhecido internacionalmente através de sua famosa barraca São Jorge, foi tocador de berimbau, batuqueiro, ex-presidente dos Filhos de Gandhi e outras escolas de samba baianas. Tornou-se dono de um restaurante que ganhou seu apelido, “Camafeu de Oxossi” e desde então se tornou um dos pontos obrigatórios de passagem para todo o turista que visita Salvador. Apio ou Camafeu se preferirem, gravou apenas dois discos. No primeiro, lançado pela Philips em 1968, com uma bela capa do artista Caribé e texto de apresentação na contracapa de Dorival Caymmi, temos de um lado composições próprias para o Candomblé e do outro lado cantos de domínio público, recolhidas por Camafeu. O segundo álbum “Berimbaus da Bahia” também contou com texto de Caymmi e capa de Caribé. Um disco dedicado aos cantos de capoeira, alguns extraídos dos velhos tempos de escravidão. Este disco chegou a ser relançado uma década depois com outra capa e nomeado apenas de “Berimbau”, como podemos ver na foto menor ao lado. Até então, foi o único lp ressuscitado pelos blogs. Os dois discos de Camafeu de Oxossi são mesmo muito raros, por isso resolvi postá-los em conjunto. Infelizmente, mesmo com alguns cuidados, eu não consegui eliminar os estalos e chiados que acabaram sendo incorporados à percussão. Os encartes também precisam ser refeitos, mas isso eu farei caso haja interesse por parte de vocês. Como já dizia minha avó, a pressa é inimiga da perfeição. Mas eu ainda chego lá…
Camafeu 1968
ogum
exu-onã
oxum
oxossi
oxalá
crioula pariu mulata
bahia, minha bahia – canarinho da alemanha
canto contado
confirmação de oxossi
Berimbaus da Bahia
babá mixorô
moriô
ojo matin dolaie
afoxê loni
alá filá alá
adabaô no mafé
alá la la ê
paraná
quem quiser moça bonita
samba do mar
adeus corina
sou eu malta
vou dizê a meu sinhô que a manteiga derramou

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

9 thoughts on “Camafeu de Oxossi – 1968 e Berimbaus Da Bahia (S/D)

  1. O meu agradecimento, gratidão ao TOQUE MUSICAL por oferecer esses discos. Adorei!
    Se tornou um hábito:
    Não saio mais de casa antes de dar uma passadinha no Blog…

    Abraços!

    Henrique

  2. André, basta se associar ao nosso grupo, o GTM e buscar o link no site. Baixe o disco em mp3 e depois pode converter em wave novamente, produzindo assim um cd 🙂

  3. como faça pra baixar os discos camafeu de oxossi? os links estao invalidos…gostaria tb do disco eu, bahia e marku ribas…
    grato sid

Deixe uma resposta