Renato Andrade – Viola De Queluz Vol.2 (1979)

Nesta semana, como eu havia dito, vai ser a das cordas. Tenho algumas bolachas aqui, prontas para serem degustadas. E antes que passe do prazo de validade, vamos ao pinho!
Hoje teremos uma viola e o violeiro é Renato Andrade. Um dos mais importantes violeiros do Brasil, que tardiamente gravou seu primeiro lp em 1977, “A fantástica viola”. Sua técnica apurada, domina diferentes afinações da viola caipira. Dos violeiros que eu conheço, Renato é um dos poucos que tirou a viola da roça e a levou para uma sala de concertos. Seu virtuosismo e seu campo de atuação musical vai da mais simples moda de viola aos clássicos e eruditos brasileiros. Se não bastasse o cabra era bom de papo, um grande contador de estórias.
“Viola de Queluz” foi seu segundo disco e nele temos dez faixas autorais em solo e duas, “Tristezas do Jeca” e “Luar do sertão” com acompanhamento.
Dependendo da receptividade e boa vontade de um amigo (se é que ele não esqueceu), ainda hoje teremos “A fantástica viola de Renato Andrade”. Vamos aguardar…

viola de cego
ballet na roça
o capangueiro
tristezas do jeca
viola de queluz
veredas mortas
moto perpétuo caipira
luar do sertão
urupês
senhores da terra
paineiras
raízes ibéricas

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta