Albenzio Perrone – Revendo O Passado (196?)

Olá meus caros velhos, anciões, múmias e dinossauros… gente como eu, de gosto duvidoso, bregas até na alma… sejam todos bem vindos! Realmente é aqui que nós nos encontramos…
Rebatendo a todas as críticas e preconceitos, fui lá no ‘arco da velha’ buscar o Albenzio Perrone. O nosso amigo Harry não deve conhecer, mas por certo que seu avô conheceu (ou não?).
Albenzio foi um cantor da velha guarda que se dedicou essencialmente à valsa, tangos-canções e coisas românticas que hoje não se ouvem mais. Ele nasceu na França, mas veio para o Brasil ainda criança. Iniciou sua carreira de cantor nos anos 20. Gravou inúmeros bolachões e este único lp, pelo obscuro selo Itamarati no início dos anos 60.
“Revendo o passado” é exatamente uma retrospectiva, onde ele nos apresenta alguns de seus maiores sucessos, predominantemente as composições de Gastão Lamounier, avô (ou tio-avô?) do sumido Guilherme Lamounier.

a vigilia da lâmpada
quero-te ainda
entardecer de um coração
apoteose de estrelas
agonia
no outono da vida
arrependimento
a valsa do meu amor
e o destino desfolhou
tudo acaou entre nós dois
nossa senhora da luz

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta