Eletro Fluminas (2001)

Bom dia, amigos cultos e ocultos! Os comentários andam escassos, será por falta de tempo ou de ter o que falar? Suponho que seja pelos dois e mais motivos… Talvez os títulos não venham correspondendo ao público certo, ultimamente eu tenho me dedicado mais aos velhos álbuns e seus artistas e entre esses, muitos já foram também postados em outros blogs. Bom, infelizmente eu não tenho tempo e nem paciência para sair pesquisando para saber se o disco que eu quero apresentar foi ou não já postado em outro lugar. O álbum de hoje, por certo, poderá ser encontrado em outros blogs, mas para que o Toque Musical continue mantendo a sua máxima de ‘ouvir com outros olhos’, é preciso sacudir o baú, misturar bem esses discos e ter a sorte de escolher algo diferente do que foi o dia anterior. Geralmente, nas sextas, dia de disco/artista independente, sempre tem algo diferente. É o caso do Eletro Fluminas. Um projeto musical concebido entre os anos de 1998 e 2000 pelos músicos Márcio Lomiranda, Paulo Rafael e Taryn Kern Szpilman. Durante esses dois anos o trio esteve reunido, criando um trabalho que mescla a experiência musical e individual de a cada um dos seus integrantes, além de suas influências. Trata-se de um disco com diferentes abordagens, passando pelo rock, pop, world… com pitadas doces salgadas e apimentadas, sempre apoiado no som eletrônico. Sem dúvida, na união desse trio encontraremos uma música composta, uma soma de elementos diferenciados que resulta em algo inclassificável, mas de extremo bom gosto. Para aqueles que ainda não se situaram na parada, Márcio Lomiranda é um músico, compositor, arranjador e produtor mineiro, que há anos vive no Rio de Janeiro. Fundou a Musimagem Brasil, uma associação de compositores de música para audiovisual. Já trabalhou com grande nomes da música nacional e internacional. Paulo Rafael já se tornou uma lenda, um dos maiores guitaristas brasileiros. Foi integrande do grupo pernambucano Ave Sangria, depois passou a tocar na banda do Alceu Valença (acho que toca até hoje). Me parece que atualmente ele mora no Rio e continua mandando bala 🙂 Finalmente, temos a Taryn Szpilman, uma cantora carioca super versátil, que eu acho ótima. Grande revelação musical nesta década, pena que para se encaixar nesse mundo ‘midiático’ ela acabe absorvendo trejeitos a la Amy Winehouse (o que não é ruim, pero…) Mas, longe de qualquer comparação, Taryn é uma excelente cantora e acima de tudo, uma gata (muito mais que a Amy). Ainda vamos ouvir muito falar dessa moça, podem acreditar.

baloô
stay together
espuma dos dias
bewere of darkness
ela e eu
black dog – sol e chuva
loopiano naná e jurim
a gente tá viajando por alguns dias
love love lovemapa de viagem
cavalo do cão
nightie night
zappa from heaven
what the world needs now is love

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta