Carlos De Alencar – Jóias Da Canção Brasileira (1964)

Boa noite, amigos cultos, ocultos e associados! Estou no atraso com vocês. Voltei da minha licença médica cheio de pendências e outras providências. Muito trabalho para compensar o tempo parado. A cobrança é geral, mas eu agora estou aprendendo a relaxar. Vou na medida do possível. Espero que vocês tenham paciência, ok?

Hoje é aniversário do Caetano Veloso. O baiano completou 70 anos e nem parece, não é mesmo? O cara está envelhecendo bem. É isso aí, salve Caetano! Parabéns, que ele merece. Merecia talvez uma homenagem, aqui do Toque Musical, mas infelizmente não houve tempo. Mas fica valendo aqui o nosso abraço ao grande artista.

A postagem de hoje, pra compensar, é uma preciosidade. Um disco raro que só se vê mesmo num blog como o TM. Tenho para vocês algumas das mais belas “Jóias da Canção Brasileira”, interpretadas pelo tenor Carlos de Alencar. Pernambucano de Olinda, mudou-se para o Rio de Janeiro e depois Belo Horizonte, onde fixou residência, tornando-se na capital mineira um dos seus mais destacados cantores eruditos. Integrou o Madrigal Renascentista e o Orfeão Mineiro. Este lp foi lançado de maneira independente pelo selo da “Edições e Produções Galáxia. Ao que tudo indica no texto da contracapa, Galáxia também era o nome do grupo, do conjunto que acompanha aqui o cantor. O álbum é, sem dúvida, muito bonito e vale conhecer. Uma seleção de canções clássicas do folclore brasileiro. Raridade total!

foi o boto, sinhá

casinha pequenina

uiarapuru

maringá

manhã nungara

guacira

canção da felicidade

noite cheia de estrelas

tamba tajá

chuá chuá

sabiá

quizera

cobra grande

dei ao mar pra guardar

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta