O Rock Do Augusto – 60 Pedras Escolhidas A Dedo (2011)

Boa noite, amigos cultos e ocultos! Putz, como o dia de hoje passou rápido! Quando dei por mim, já tinha anoitecido. No último sábado passado eu iniciei a postagem de uma caixa promocional da Fontana/Phonogram, com seis lps. Postei apenas o primeiro, prometendo para os próximos sábados a continuação dos outros discos. Minha intensão era, inclusive, de publicar hoje dois desses disco. Infelizmente surgiu um imprevisto, estou sem condições de fazer essas postagens hoje. Daí, fui obrigado a colocar em prática o plano B, e olha que dessa vez eu não tive nem como recorrer aos meus ‘arquivos de gaveta’. Fiz então uma seleção dos rocks e músicas com essa pegada, alguns dos que sempre me acompanharam, seja no Ipod ou no computador. Escolhi a dedo 60 músicas entre as que eu mais gosto no rock nacional, principalmente dos anos 70. Talvez, alguns dos amigos apreciadores do rock tupiniquim possam achar meio incompleta ou questionável essa minha escolha. Sem dúvida que é. Se fosse selecionar tudo o que é mesmo legal, passaria dos 600. Procurei me pautar apenas no meu gosto pessoal, independente de terem sidos, qualquer das músicas, uma maravilha musical ou um grande sucesso. São, com eu disse, músicas que me acompanham…, há mais de 35 anos!!! Putz, como o tempo passa rápido. Isso ainda está tão fresco na minha cabela 🙂

chuck berry fields forever – doces bárbaros
de ponta a cabeça – a chave do sol
casa do rock – casa das máquinas
seráque eu vou virar bolor – arnaldo baptista
sinal da paranóia – som nosso de cada dia
flores astrais – secos e molhados
não pare na pista – raul seixas
super god – som imaginário
é como teria que ser – bixo da seda
1990 projeto salva a terra – erasmo carlos
os pilares da cultura – a barca do sol
se o rádio não toca – raul seixas
marta, zeca, o prefeito, o padre, o doutor e eu – bango
eu quero essa mulher assim mesmo – caetano veloso
sujeito de sorte – belchior
que loucura – tutti frutti
hey amigo – o terço
prá cabeça (jogue tudo prá cabeça) – casa das máquinas
bicho do mato – som nosso de cada dia
tecnicolor – mutantes
os pingos da chuva o os novos baianos
noite e dia – blow up
ando jururú – rita lee e tutti frutti
trem – bixo da seda
baby – erasmo carlos
jardim elétrico – mutantes
uma banda made in brazil – made in brazil
os hemadecons cantavam em côro – a bolha
eu não tô nem aí – arnaldo baptista
saravá – mutantes
lagoa das lontras – o terço
a hora e a vez do cabelo crescer – mutantes
posso contar comigo – rita lee e tutti frutti
porta das maravilhas – rick ferreira
essa menina tá ficando moça – dom e ravel
toada & rock & mambo & tango & etc – secos e molhados
luz de vela – o terço
cabeça feita – guilherme lamounier
água limpa p som nosso de cada dia
sociedade alternativa – raul seixas
sou louco por você – peso
minha fama de mau – cilibrinas do éden
delírio – secos e molhados
coração paulista – guilherme arantes
ainda vou transar com você – mutantes
a paulicéia pirou – made in brazil
ilusão e brisa – tutti frutti
beijo exagerado – mutantes
como vovó já dizia – raul seixas
essa éa vida – casa das máquinas
e você ainda duvida – cilibrinas do éden
mudança de tempo – o terço
send it for tomorrow – torbuk
análise descontraída – erasmo carlos
make believe waltz – som imaginário
departamento de criação – rita lee e tutti frutti
stress – casa das máquinas
é como teria que ser – bixo da seda (repetido, vacilão!)
caroço de manga – raul seixas
sempre brilhará – celso blues boy

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

10 thoughts on “O Rock Do Augusto – 60 Pedras Escolhidas A Dedo (2011)

  1. Não ouvida, não listada, não baixada, não arquivada com carinho nem a bordo de um carrinho. Isso porque não foi postado o linkzinho.

  2. Augusto, sua seleção de rock é 10!
    Vale mais ainda por conta do capricho e dedicação. As capas ficaram ótimas.
    Obrigado pelo bom gosto 🙂

    Darcy Moyses

  3. Augusto,

    Mande seu portfolio para a Biscoito Fino, porque as suas capas – mesmo “de brincadeira” – dão de mil a zero nas deles.

    Abraço!

Deixe uma resposta