Dulce Nunes – Dulce (1965)

Boa noite, amigos cultos e ocultos! Aqui vamos nós com mais uma toque musical. Sempre trazendo raridades e curiosidades da fonografia nacional. E para comemorar o feriadão que vem chegando (o meu já começa amanhã) e também para levantar a moral e contrabalancear a programação postal (hehehe…), eu trago para vocês esta jóia de disco, a bela Dulce Nunes numa produção de Roberto Quartin e seu sofisticado selo Forma. Beleza de lp, lançado em 1965. Traz um repertório da melhor qualidade e participações prá lá de especiais, além dos arranjos e regência do maestro Guerra Peixe. Entre os músicos participantes temos Baden Powell, recém chegado da Europa, trazendo além de seu violão, uma série de músicas, composições em parceria com outros grandes, que fazem parte deste álbum. Nota 10!
cântico
bom dia amigo
canção da minha amanda
canção em modo menor
estrada branca
derradeira primavera
canção do amor ausente
minha desventura
canção de ninar meu bem
eurídice
onde está você?
soneto da separação

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta