Maranhão E Renato Teixeira (1969)

Boa noite, amigos cultos e ocultos! Mais um dia puxado tive eu. Só agora, nos últimos minutos desta quinta feira é que estou tendo como trazer para vocês a postagem do dia. Mais uma vez lanço mão dos meus já famosos “discos de gaveta”. Aliás, não só os discos, mas também a expressão que eu criei, já está sendo até adotada por outras pessoas. Porém, necessariamente, ‘os discos de gaveta’ não são exatamente discos do fundo do baú. São sim aqueles que ficam sempre na reserva ou prontidão para momentos como este em que eu não tenho tempo para ‘pegar o boi pelo chifre’. Algo parecido com as ‘manchetes de gaveta’ dos jornais e outras mídias semelhantes, aquelas que entram quando faltam notícias do dia.
Este álbum é mais um daqueles já bem expostos na blogosfera musical. Percebo que diversos blogs já o postaram, mas todos eles foram originados da versão em cd, que por sinal traz até mais oito músicas de bônus. O que eu tenho aqui é o disco original, em sua versão com apenas as doze músicas. Este lp do selo Jogral, como todos já devem saber, foi também um embrião do que viria a ser o selo Marcus Pereira. Não vou entrar em detalhes, porque além do mais eu já estou morrendo de sono. Mas este raro álbum nos apresenta os primeiros passos (fonográficos) de Renato Teixeira e também do Chico Maranhão. Do lado A temos Chico Maranhão em um registro informal, quase caseiro, acompanhado por Benedito Costa no cavaquinho e Manoel Gomes na flauta, onde ele interpreta composições suas e parcerias, com a cantora Mércia (em “Cabocla”) e Renato Teixeira (em “Mulata bem suada, abençoada”). Este, por sua vez, do lado B, canta e toca as suas primeiras e belas composições, também acompanhado pelo flautista Manoel Gomes e  participação da cantora Cristina em “Meu amor, meu namorado”. A qualidade da gravação, originalmente, não é muito boa, mas ao ouvir cada uma das músicas, pela sua beleza, a gente acaba nem dando tanta importância a isso. Confiram aí quem quiser, porque eu já vou é dormir. Zzzzz….

cabocla – chico maranhão (com mércia)
verdureiro – chico maranhão
cirano – chico maranhão
a capital – chico maranhão
morena – chico maranhão
mulata bem suada, abençoada – chico maranhão (com renato teixeira)
álbum de família – renato teixeira
igreja da matriz – renato teixeira
feriado nacional – renato teixeira
era azul – renato teixeira
maria dirce – renato teixeira
meu amor, meu namorado – renato teixeira (com cristina)

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

4 thoughts on “Maranhão E Renato Teixeira (1969)

  1. Incrível esse disco. Obrigado por mais essa raridade. Parodiando Caetano na música Eles de 1968 “o toque musical é demais”… obrigado e um abraço.

  2. Augusto, eu quero saber em que disco do Renato Teixeira aparece a música “Bem-Te-Vi”. Se você souber e puder postar o disco será uma grande ajuda! Marcou uma fase muito importante na minha vida e na dos meus pais…

Deixe uma resposta