Charlie Byrd – Latin Byrd (1973)

A quem possa interessar… (e vai interessar) Trago para hoje um álbum refinado, disco importado lançado pelo selo americando Milestone em 1973. Trata-se do grande violonista/guitarrista, também americano, Charlie Byrd, numa seleção de gravações que podemos considerar histórias, pois aqui estão as primeiras investidas do instrumentista na música brasileira, em gravações feitas no inicio dos anos 60. Byrd foi um dos primeiros músicos americanos a flertar com  a Bossa Nova, contribuindo para a adoção e simpatia ianque pelo então novo gênero musical da época, Neste lp duplo iremos encontrar alguns dos maiores clássicos da BN e também temas de autoria de Byrd e de outros, inspirados no ‘brazilian style’. Uma curiosidade que me chamou a atenção é esta capa, muito bizarra, não acham? Parece que todos estão empalhados, inclusive o Charlie Byrd. Muito estranha… Outro fato curioso é o nome das músicas todas em português (com alguns errinhos), inclusive as que não são de autoria de brasileiros. Isso sim é que é querer se aproximar ao máximo da brasilidade.
Eu, geralmente evito de ficar postando discos estrangeiros, principalmente os americanos, pois sei que o que eles produzem lá nunca é de graça e este álbum, certamente, nunca ficou fora de catálogo. Mesmo assim, o negócio rola é por lá. Por aqui a gente tem que esperar, pagar mais caro e para conhecer e até comprar, precisamos desse deguste compartilhado. Corre, pois é por tempo limitado!

meditação
samba de uma nota só
yvone
você e eu
coisa mais linda
o barquinho
desafinado
samba triste
carnaval
ô ba la la
ela me deixou (she has gone)
o pássaro (the byrd)
outra vez
presente de natal (birthday present)
insensatez
three note samba
samba da minha terra
limehouse blues
saudade da bahia
anna
sossegadamente (softly)
chega de saudade
canção de ninar para carol (lullaby for carol)
.

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta