Bossa Pelo Mundo – Seleção Toque Musical (2011)

Quando eu era adolescente, tinha por hábito gravar fitas cassetes, fazendo seleções musicais para ouvir no meu ‘walkman’ e consequentemente fazia também para os amigos. Não havia um que não ficasse encantado com as minhas coletâneas. Na época eram mais de rock e pop, mas havia também espaço para a MPB. Eu gostava tanto de selecionar as músicas com também de compor as capinhas para essas fitas. Naquela época eu nem imaginava que um dia chegaríamos onde estamos. Hoje tenho todas as ferramentas necessárias para isso, com a vantagem de fazer ainda mais bem feito e com qualidade. Por várias vezes pensei em fazer um blog só para coletâneas. Modéstia a parte, eu acho que sou muito bom como programador musical, mais ainda se deixarem a escolha totalmente por minha conta (hehehe…). Mas a verdade é que eu não tenho aproveitado essa ideia como poderia. De vez em quando, se sobra um tempinho (ou melhor, um tempão), eu até faço.
Ontem à noite eu fiquei bem por conta do ‘atoa’. Ouvindo alguns discos de jazz e bossa, surgiu a ideia de uma seleção internacional de intérpretes da música brasileira. Criei duas coletâneas com os discos/arquivos que tinha disponível no momento, uma exclusivamente de Bossa Nova e a outra um pouco mais variada, que se for do gosto da freguesia, entra numa próxima oportunidade.
A seleção musical de “A Bossa Pelo Mundo” reúne uma série, extraídas de excelentes álbuns e artistas internacionais. Figuras como Quincy Jones, Les Baxter, Enoch Light, Stan Getz, Clare Fischer, Cal Tjader, Esquivel e outras tantas pérolas da boa música estrangeira, fazem parte desta minha coletânea exclusiva. Além de serem ótimas interpretações, com arranjos dos mais variados, são também gravações raras, que aguçam o nosso interesse em ouvir. Conhecer a visão do estrangeiro sobre a nossa maior cultura, a música, é também uma forma de entender como eles nos enxergam. É entender sem muitas explicações o porquê nossa música faz tanto sucesso pelo mundo. Espero que os amigos cultos e ocultos gostem da coletânea. A capinha não ficou lá essas coisas, pois foi a última parte do trabalho e nessa altura eu já estava com os olhos marejados de sono e a cabeça em outro mundo. De todo, acho que está apresentável, muito embora mais pareça capa de disco dos anos 80. Fiquem à vontade para criticar. Todo comentário é bem vindo se vem para somar. 😉

água de beber – esquivel
bim bom – stan getz
chega de saudade – paul winter sextet
corcovado – harry allen
desafinado – quincy jones
ela é carioca – stanley turrentine
a felicidade – les baxter
garota de ipanema – clare fischer
manhã de carnaval – quincy jones
maria ninguém – paul winter
meditação – alfredo urdian
minha saudade – herbie mann
não diga nada – cal tjader
noite triste – stan getz
o barquinho – enoch light
samba de uma nota só – enoch light
samba do avião – stanley turrentine
samba para dois – eddie harris
se é tarde me perdoa – cal tjader
só danço samba – clare fischer
surfboard – esquivel
vivo sonhando – los gamma

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta