Álvaro Moreyra – Olegário Mariano (1956)

Olá! Hoje serei breve. Ainda não são 22 horas e eu já estou babando de sono (atrasado, com certeza). Por essa razão, vamos ao disco do dia… Nossa semana continua como a outra, segue entre poesia e música.

Segue outro álbum da série de discos de poesia lançados pelo selo Festa, do jornalista Irineu Garcia. Temos aqui dois poetas, hoje pouco lembrados, Alvaro Moreyra e Olegario Mariano. Cada um dos poetas tem um lado do disco, onde nos apresentam, eles próprios, os seus poemas.
.
olegário mariano:
o homem da noite
a velha estrada
paisagem natal
ao calor da lareira
tu ficarás
alvaro moreyra:
oração
minha mãe
minha dor
canção do realejo
amor
projeto
bem
vantagem
oração de santo antonio
canção
tema

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

5 thoughts on “Álvaro Moreyra – Olegário Mariano (1956)

  1. Pois é, não se pode esquecer o selo FESTA. Que é uma festa mesmo. A herdeira do Irineu, Dna Gracita, já fez muitos esforços para recuperar todo o catálogo da FESTA e relançou em CD alguns Lps de clássicos brasileiros. Quanto a Alvaro Moreyra há um caso interessante. Numa festa em sua casa um convidado trouxe uma moça muito bonita e Alvaro, que tinha um grande jardim de rosas, não perdeu a chance da poesia. Chamou a moça e disse: – Vem ao meu jardim que eu quero que minhas rosas te vejam.

Deixe uma resposta