Robson Dos Santos – Cinema Falado (S/D)

Olá amigos! Hoje a minha sexta feira está daquele jeito… uma correria só. Eu havia até pensado em deixar a postagem para o fim do dia, pois não tive tempo de preparar (mantendo a sequência) um disco de poesia e que também fosse independente. Vim para o trabalho já com a ideia de fazer tudo a noite, quando eu voltasse. Coincidentemente, deparei com um cd colocado no meu escaninho. Alguém que ainda não sei quem, deixou o presentinho lá para mim. Parece até que estavam lendo o meu pensamento, pois o tal disquinho é também de poesia, creio eu. Ainda não tive tempo de ouví-lo, apenas passei cada faixa para sentir qual é a do nosso artista, chamado Robson dos Santos. De acordo com o encarte, Robson é músico, compositor e restaurador de instrumentos musicais. É mineiro, de Belo Horizonte (Preciso localizar esse cara. Será que ele conserta a minha viola?) . Iniciou seus estudos musicais nos anos 80, na Fundação Clóvis Salgado, sendo aluno do professor Juvenal Dias. Suas composições tem sido apresentadas em diversos e importantes festivais de música contemporânea da cidade. Já tem outro disco gravado e pelo que eu entendi, na mesma linha deste, ou seja, composições eruditas, música contemporânea clássica. Neste cd, que não consta a data, intitulado “Cinema Falado”, temos não apenas música, mas também contos e poesia. Acho que este disco veio mesmo a calhar. Só falta a gente conferir. Vamos lá? 😉

música contemporânea era o dito popular
to be angel tomorrow
cinema falado
alucinações do passado
conteos de guerras
a sereia só canta em tom menor
o homem e o mar
canção invertida
falando do tempo
novamente neste mundo
sonata da alegria
a árvore da vida
fim

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

4 thoughts on “Robson Dos Santos – Cinema Falado (S/D)

  1. Silvia, leia as informaçoes contidas no texto lateral do blog. Infelizmente, não há mais reposição de links. os links só aparecem uma vez quando então o post é publicado. por isso é importante estar seguindo o blog. eventualmente eu reponho alguma coisa, principalmente aquilo que foi produzido pelo Toque Musical (no caso, as coletâneas)

Deixe uma resposta