Braço De Ferro – Temas Nacionais Da Novela (1983)

Hoje o TM oferece a seus amigos cultos, ocultos e associados, dentro de seu ciclo dedicado às trilhas sonoras de telenovelas, mais uma autêntica relíquia. Trata-se de um álbum trazendo os temas musicais de “Braço de ferro”, novela para público infanto-juvenil escrita por Marcos Caruso, produzida pela Rede Bandeirantes sob a supervisão de Roberto Talma, dirigida por Sérgio Galvão (com um de seus capítulos dirigido pelo então estreante Jayme Monjardim), e exibida entre 9 de maio e 30 de julho de 1983. Na trama, um grupo de crianças funda um clube num casarão abandonado que fica em terreno desapropriado, onde conversa sobre seus problemas e busca soluções para cada um deles. Embora a novela tenha durado pouco (teve apenas 50 capítulos), a carreira de alguns de seus atores-mirins continuou por longo tempo, caso de Selton Mello (que interpretou Raimundo) e Marcos Roberto Quintela (o Luisão), que mais tarde seria cantor da “boyband” Dominó. Além das crianças (que constituíam 60% do elenco), havia também atores adultos que serviam de apoio: Jussara Freire (Odete), Régis Monteiro (Mílton), Walter Stuart (Márcio), Paulo Novaes (Ricardo), Elizabeth Hartmann, Geraldo del Rey, Mirian Mehler, etc. “Braço de ferro” tinha uma linguagem inocente e inteligente, que atraía os telespectadores-mirins da Band, além do ritmo de desenho animado. Porém, apesar da ideia inovadora e muito boa, a atração sofreu um pouco com a falta de recursos, em virtude do baixo orçamento oferecido pela emissora. A escassez de recursos também prejudicou a escolha do elenco e a qualidade das locações da novela, feitas na Vila Sônia, bairro proletário de São Paulo. Mas pode-se dizer que valeu a batalha… Pois então cá está a trilha sonora de “Braço de ferro”, para deleite dos amigos do TM. Nessa época, a gravadora Bandeirantes Discos, vinculada à emissora, já não existia mais, e eles passaram a trabalhar de forma diferenciada com relação às trilhas sonoras de suas novelas, entregando a co-produção e a distribuição das mesmas a outras companhias fonográficas, e identificando-as com a marca Discoban. No caso de “Braço de ferro”, a produção de sua trilha sonora foi responsabilidade da então poderosa RCA (depois BMG, SonyBMG e hoje Sony Music), ficando a cargo dos experientes Cayon Gadia, Romeu Giosa (estes representando a Band), Renato Figueiredo e João C. Montanaro. Nos arranjos e regências,  os supercompetentes Sérgio Sá, Eduardo Assad, Laércio de Freitas e Júlio Caesar. Das onze faixas do disco, cinco são interpretadas pelo grupo Pipoca Voadora (formado, ao que parece, apenas para esses registros): as então inéditas “Cavalo selvagem” e “Aventureiro”, e regravações dos clássicos “O vira” (dos Secos & Molhados, lembram?), “O pato” (“Vinha cantando alegremente, quem, quem”…) e “O gênio” (lançada por Roberto Carlos no tempo da Jovem Guarda). O Projeto XK (outro grupo formado, ao que parece, apenas para participar deste disso) tem outras duas faixas, ambas compostas por Sérgio Sá: “Fórmula mágica”, e o tema-título e de abertura da novela, “Braço de ferro”. Mas o principal destaque fica por conta da sempre luminosa presença do inesquecível Wilson Simonal, interpretando a versão “Cê tem que ser um menino (Jereveviens um bebe)”. Enfim, a trilha de “Braço de ferro” constitui-se em mais um precioso documento histórico, digno de figurar nos acervos dos amigos do TM. A conferir, sem falta…

cavalo selvagem – pipoca voadora
o vira – pipoca voadora
o pato – pipoca voadora
louco criador – a turma toda
blusa de lã – shampoo
aventureiro – pipoca voadora
fórmula mágica – projeto xk
banho de cachoeira – cesar rossini
braço de ferro – projeto xk
ce tem que ser um menino – wilson simonal
o gênio – pipoca voadora

*Texto de Samuel Machado Filho

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta