Jair Rodrigues – Jair De Todos Os Sambas N.2 (1969)

Um dos mais importantes nomes de nossa música popular, Jair Rodrigues (Igarapava, SP, 6/2/1939-Cotia, SP, 8/5/2014) bate ponto novamente hoje aqui no Toque Musical. O álbum em questão é “Jair de todos os sambas número 2”, lançado pela Philips em 1969 (o primeiro é do mesmo ano). Sob a direção de produção de Manoel Barembein, com arranjos e regências de José Briamonte e texto de apresentação de Armando Pittigiliani, então diretor artístico da Philips, Jair apresenta sambas clássicos de todos os tempos, no formato de pot-pourri, numa seleção que inclui “Carinhoso”, “Da cor do pecado”, “A mesma rosa amarela”, “Não tenho lágrimas” e outras belezas da MPB. Falar das qualidades do intérprete e do repertório é totalmente desnecessário, pois Jair Rodrigues sempre foi um cantor muito prestigiado por aqueles que gostam de samba e de MPB. Enfim, é mais um álbum de qualidade que o TM oferece a seus amigos cultos e ocultos, com a satisfação de sempre. O que dizer mais?

camisa listrada
estatuto da gafieira
piston na gafieira
arrasta sandália
morena boca de ouro
cai cai
da cor do pecado
carinhoso
por causa dessa cabocla
rosa maria
quem é que não chora
samba
viva meu samba
é com esse que eu vou
o teu cabelo não nega
linda morena
aurora
sei que é covardia
não me diga adeus
implorar
helena helena
abre a janela
era de madrugada
a mesma rosa amarela
rosa de ouro
o amor e a rosa
rosa morena
das rosas
o amor e a rosa
está chegando a hora
até amanhã
já vai
 



*Texto de Samuel Machado Filho 

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.