Paulo Britto – Mapa Da Alegria (1999)

Bom dia, amigos cultos e ocultos! Chegamos a mais uma sexta feira (êta dia bão, sô!). Virando o lado do disco, aqui vai mais um independente, especialmente para o Toque Musical.
Há exatos dois anos atrás eu postei aqui um disco do cantor e compositor baiano Paulo Britto, o “Atenção”. Naquela época eu não tinha muita informação sobre ele, além do fato de saber que era um compositor baiano e de conhecer algumas de suas músicas. Foi depois daquela postagem que o artista entrou em contato comigo, agradecendo a postagem e me prometendo outros trabalhos para serem apresentados aqui no blog. Ficamos amigos e durante esse tempo temos trocando e-mails, e eu enchedo o saco do cara para me mandar mais coisas. Finalmente, depois de muita insistência da minha parte, ele acabou enviando um pacote com diversas coisas. Eu não teria insistido se não acreditasse de verdade no trabalho dele. Sua música é mesmo muito boa. Aliás, essa geração de artistas baianos até o início dos anos 80 é fabulosa (daí pra frente eu não conheço muito). Se vocês gostam de Tom & Dito, Antonio Carlos & Jocafi, certamente irão gostar do Paulo Britto. Sua música segue a mesma linha e não é por acaso ou somente por ser da Bahia. São semelhanças de estilo e também de geração. Paulo tem músicas e parcerias com Antonio Carlos e Jocafi, inclusive gravadas em discos da dupla. Tom da Bahia, Oneida e Xangai, também são outros artistas que já gravaram ou fizeram parcerias com o Paulo Britto. Uma prova de excelência e qualidade. O cara é realmente muito bom.
Neste álbum, “Mapa da alegria”, lançado de maneira independente em 1999, ele nos traz doze composições próprias, sendo apenas “Querubim” uma parceria com o Dito, da dupla Tom & Dito. Outro detalhe interessante que merece destaque é a participação especial das cantoras Lana Bittencourt e Maria Creuza. A música de Paulo Brito é gostosa de ouvir. Temos aqui samba, forró, frevo, valsa e canções. Como bom baiano, seguindo a ideia do Dorival Caymmi, tem até uma receita em forma de canção. Quem não gostar do disco, pelo menos vai saber preparar um delicioso caçonete 🙂

esforço
manifesto
bahia meu amor
trato
mapa da alegria
do in
vovô brasil
querubim
flagrante
receita de caçonete
vide bula
cio da praça

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta