Antonio Luz (Baiano) – Saravá (1971)

Olá amigos cultos e ocultos! Mais uma vez, fazendo jus ao nosso lema, onde dizemos, aqui é um lugar onde se escuta música com outros olhos. Gosto sempre de lembrar isso, principalmente quando trago para o Toque Musical algum ilustre desconhecido. E hoje temos algo assim, um disquinho compacto que estaria totalmente esquecido, não fosse a nossa coragem e vontade de trazê-lo de volta. Por certo, se trata de um tipo de disco e artista que teve sua única chance, ou ainda, a proeza de conseguir gravar um disco, num tempo que isso era coisa difícil. Alías, mais do que gravar, o difícil mesmo era gravar um segundo, ou continuar na carreira. Produções independentes na época de ouro da indústria fonográfica era geralmente capricho daqueles que podiam bancar ou serem bancados por algum mecenas. Ou ainda, aqueles artista que não conseguiram chegar a sombra de uma grande gravadora. Antonio Luz, o Baiano, foi um tipo assim, conseguiu realizar a façanha de gravar duas de suas composições. Conforme nos descreve o texto de contracapa, Antonio Luz foi um baiano que veio para Minas Gerais. Trabalhava em feiras livres na cidade de Belo Horizonte e tinha o hábito de compor canções. Ficou conhecido nas feiras a ponto de ser levado a televisão local, onde se apresentou, mostrando assim a sua música. Conseguiu no inicio dos anos 70 gravar esse compacto pela editora Discobel. Infelizmente, não achei mais nada sobre ele. Penso que vai ser mais fácil alguém dele encontrar essa postagem. Que sirva de registro essa nossa publicação. Confiram as músicas no GTM.

saravá
areia no caminho



.

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta