Rock Do Autor – Manifesto (1991)

Bom dia, amigos cultos e ocultos! Realmente, gosto não se discute, lamenta-se. Daí, lamentem uns de lá que eu vou lamentando também de cá. Uma coisa que eu gostaria de deixar clara é que o Toque Musical, embora seja um espaço autoral, não reflete exatamente o gosto pessoal do Augusto (muito menos o meu). Por certo, também não vou deixar a coisa descambar para a ignorância, a não ser quando essa se faz como uma curiosidade. O interessante disso tudo é que a música e seus autores e artistas são como vinho, com o passar dos anos vão sofrendo alterações. Uns melhoram, se tornam marcas de qualidade, outros se tornam vinagre e na melhor das hipóteses, para aproveitar, a gente usa na salada (estão gostando da Waldorf?).
E por falar em autores, hoje teremos em nossa sexta independente o álbum “Rock de Autor”, uma coletânea reunido diversos artistas da cena poética e musical paulista no início dos anos 90. Taí um trabalho diferente e muito legal criado por artistas autores. O intérprete aqui é o próprio autor. Talvez por isso mesmo o disco seja mais poesia do que exatamente rock ou pop. Até a capa e seu título é uma arte, uma poesia concreta… 🙂

we bop – p. antunes
as gangs – aguilar
esse é o lugar – paulo miklos
drunk rock – minho k
o verme e a estrela – cid campos
tokei – akira s e charlie c
sote inglês – miranda, neneco, m andarde, jimi joe e r salvagni
o gato de schrodinger – rh jackson
preposições – dequinha e zaba
e só – arnaldo antunes
o gato vermelho -maria andrade
borgo san freiano – m barella e g lenti
arabia maldita – nasi

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta