Celeste (1983)

Boa noite prezados amigos cultos e ocultos! Cá estamos novamente com toque musical do dia. Hoje trazendo a cantora Celeste. Eis aqui uma artista que teve o seu destaque nos anos 70 e 80. Segundo as informações que colhi, ela veio da Bahia, onde se apresentava em casas noturnas, de Salvador. Gravou seus dois primeiros disco ainda nos anos 70. Em 83 ela foi convidada pelo compositor Roberto Mário a gravar este disco com suas composições. Um trabalho no qual ela contou com o apoio de um time de músicos de primeiríssima, entre esses Célia Vaz, responsável em boa parte também pelos arranjos e regências. As músicas de Roberto Mário e parceiros são muito bem interpretadas por Celeste. Sem dúvidas, um disco bacana e que vale conferir.
Uma curiosidade a parte… Procurando mais informações sobre Celeste, me deparei com uma triste realidade. Algo realmente lamentável. Espero até estar enganado, mas em minhas buscas sobre ela acabei chegando numa mulher que supostamente trocou a música pela ioga e em contraponto, pasmem, se tornou uma defensora de intervenção militar e outras loucuras do universo bolsominion. Quem te viu e quem te vê, já dizia Regina Duarte, kkkk…

no azul da manhã
um pouquinho de compreensão
sou tão feliz
até que enfim
vontade de viver
é gamação
quanto sofre quem padece
anjo lindo
desencanto a mais
gloria de amar
deixa eu te amar
sonho de amor



.

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.