Willy King E Seu Conjunto – Verão Dançante (1960)

Bom dia, meus caros amigos cultos e ocultos! Fazendo valer a máxima de que aqui é um lugar para se ouvir música com outros olhos, eu desta vez estou trazendo um disquinho interessante, resgatado em minha última garimpada pelos sebos da cidade. E se tem uma coisa que eu gosto é de discos obscuros, aqueles que passaram um vida inteira enfiados em algum canto e de uma hora para outra a gente descobre. É o caso deste álbum singular, de um selo o qual eu nunca tinha ouvido falar e que por certo, infelizmente, não vingou. Trata-se de um álbum luxuoso, de capa dupla e conceitual, como se pode ver na imagens. No texto interno, embora grande, não acrescenta muito, mas fica claro que este é o primeiro projeto de uma gravadora que estava nascendo, a HIT. E para tal estreia eles lançam Willy King e Seu Conjunto. A primeira vista, com este nome, parece até disco de blues ou de algum artista internacional. Confesso, nunca tinha ouvido falar… Daí, o negócio é pesquisar, procurar no Google as informações. Mas qual o quê… Como tantas outros discos esquecidos, o máximo que cheguei foi ao Mercado Livre, onde por acaso alguém estava vendendo um exemplar. No Discogs descobri que este artista e esses fonogramas já haviam sido lançados antes pelo selo Beverly e certamente ainda nos anos 50. Acredito também que “Verão Dançante” tenha sido lançado no final dos anos 50, mas também tem cara de 1960 e daí eu assim deixei. Chego a pensar que Willy King é mais um daqueles pseudônimos usado por algum artista nacional para alimentar um ‘cast’ imaginário de gravadora. E aqui, neste caso, um dos muitos que me vieram em mente é o Waldir Calmon, pois soa bem familiar. Temos aqui um disco recheado de samba, fox, bolero, cha-cha-cha e até o rock em seus primórdios. Um lp onde se destaca muito o piano, ao estilo dançante de Waldir Calmon, com um coro feminino. Obviamente isso é apenas uma suposição a qual eu mantenho até que alguém me prove o contrário. Mas independente disso, musicalmente falando, o disco é dos mais interessantes e vale uma conferida lá no GTM.
 
recado
siete notas de amor
estúpido cupido
incantesimo
flores e romance
rio
para que recordar
petite fleur
chapéu de três bicos
the diary
sin motivo
cote d’azur
indian summer
isso é brasil
 
 
.
 
 

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.