Bob Nelson & Seus Rancheiros – Vaqueiro Alegre (1959)

Olá a todos! Hoje o nosso encontro é com o ‘cowboy’ Bob Nelson. Quem foi criança nos anos 50 não há de esquecer essa lendária figura que recriava aqui as proezas de um vaqueiro do velho oeste americano. Era um artista bastante popular nos anos 40 e 50, tanto no rádio como na televisão. Seu nome verdadeiro era Nelson Roberto Perez. Foi inspirado no filme “Idílio nos Alpes” que ele começou seu tirolês (yodel) e toda essa onda de vaqueiro, o cowboy americano. Adaptou para o português a tradicional canção americana “Oh, Suzana”, que se tornou também bastante popular no Brasil. Impulsionado por essa música, foi assim incorporando o personagem. Chegou, inclusive a cantar, na época da Segunda Guerra, para o comandante norte americano Gal. Douglas MacArthur, em homenagem feita por Assis Chateubriand, quando o militar esteve no país.
O álbum que apresentamos é um relançamento feito pelo selo Moto Discos, especializado em raridades produzidas nos anos 30, 40 e 50. Este disco, em especial, foi lançado originalmente em 1959 no formato de lp pela Polydor, reunindo gravações feitas para diversas bolachas de 78 rpm. Quem sempre foi fã, de carteirinha, do Bob Nelson era o Roberto e Erasmo Carlos. Chegaram até a gravar uma música em sua homenagem, “A lenda de Bob Nelson”, lançada em álbum de 1974. Confiram aí a cópia mais original brasileira do vaqueiro americano. Foi por aí que tudo começou…

oh suzana
sarita
um vaqueiro na cidade
um saba na suíça
bela gaúcha
cowboy do amor
cavalinho de estimação
catavento
vaqueiro alegre
quadrilha
pingo de raça
trolinho (upa upa)

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

3 thoughts on “Bob Nelson & Seus Rancheiros – Vaqueiro Alegre (1959)

  1. Bob foi uma figura autêntica.
    Conheci-o pessoalmente e ja estive em sua casa tomando um cafezinho. Não era do tipo de artista que faz “tipo” de simpático na TV mas é arrogante com as pessoas que o rodeiam.
    Posso dizer dele que era uma pessoa muito simpática, acessível, e que amava muito sua carreira musical bem como seus fãs.
    Bob era o mesmo com todos..

Deixe uma resposta