Paulo Gracindo – Diz… (1975)

Ufa! Finalmente liberado! Cansado, esgotado, mas liberado. Hoje eu ralei demais. Muito trabalho e pouco dinheiro. Mas tudo bem, eu não sou muito ambicioso. Sou como aquele poema do Nhô Bento, “Prá mim, qualquer coisinha dá” 🙂
E por falar em poesia e também em música, que tal este disquinho aqui? Tenho hoje para vocês um grande e saudoso ator, o ‘bem amado’ Paulo Gracindo, recriando em forma de prosa e verso algumas das letras mais belas e conhecidas canções da nossa música popular brasileira. Não me parece muito difícil interpretar de forma recitada uma canção, principalmente quanto ela já nos é familiar. Quando já a temos decorada no canto. Porém, sempre acho que fica uma coisa meio forçada, descontextualizada ou incompleta, sei lá… O certo é que o Paulo Gracindo consegue atenuar isso, mesmo sendo o fundo musical que o acompanha, a música da letra que ele recita. Ele as interpreta sem exageros, sem ser piegas. A propósito, diga-se de passagem, o tal fundo musical não é um mero floreio. São temas instrumentais muito bem arranjados pelo Maestro Gaya, agregando ao disco um lado musical significativo. Com certeza, quem não conhece vai gostar 😉 Confiram…

meiga presença
chão de estrelas
com açucar, com afeto
prá você
por causa desta cabocla
o mais que perfeito
viagem
estrada branca
valsinha
preciso aprender a ser só
maria
suas mãos

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

2 thoughts on “Paulo Gracindo – Diz… (1975)

Deixe uma resposta