Tunai – Sobrou Pra Mim (1988)

Amigos cultos e ocultos, aqui estamos nós… e tristes. Acabo de saber, infelizmente, que o cantor e compositor Tunai faleceu. Hoje, mais que nunca, estou sem palavras, pois lá se vai mais um grande artista da nossa música popular. Coisa estranha, notícias ruins adoram os domingos. 🙁
Tunai foi um grande compositor. Iniciou sua carreira nos anos 70, motivado, como ele mesmo dizia, por Elis Regina, que a primeira cantora a gravar sua música. Abandonou a Engenharia para fazer aquilo que mais gostava, música. Irmão de outro grande músico, o João Bosco, este o levou para a roda musical apresentando-o ao poeta Sergio Natureza, o qual viria a ser seu maior parceiro. Sua música logo estaria nas vozes e interpretações de consagrados cantores. Sua música sempre teve uma boa aceitação nas rádios e os sucessos, inevitavelmente foram surgindo. A musica que o lançou foi “Frisson”, tema de uma novela da Rede Globo. Mas seus sucessos foram muitos, entre esses, “As aparências enganam”, “Sintonia”, “Meu amor”, “Doce mistério” e muitas outras, que inclusive foram sucesso na voz e interpretação de outros artistas.
Para homenageá-lo, estou trazendo aqui o álbum “Sobrou prá mim”, de 88. Um disco produzido pelo próprio artista, o sétimo em sua discografia. Um trabalho mais independente, lançado inicialmente pelo selo Paralelo, depois editado pela Eldorado.

sobrou pra mim
meu amor (my love)
numas
andré (vem de você
a fome do leão
música e paz
toda vida que tiver
impulsos não faturados
tinha de ser
cartas marcadas