Joseph Battista – Villa Lobos – Cirandas (1953)

Tem mais sim, mas só que agora a onda é outra. Afinal, hoje é sexta feira!

Para saudar o fim de semana e aplacar possíveis críticas, nada como um disco diferente. E um cardápio musical variado como esse, vocês só encontram aqui no blog do Augusto TM.

Olha só que beleza o disco que trago agora. Como informa a contracapa, um ciclo de 16 peças de Villa Lobos para piano. As famosas “Cirandas”, baseadas em cantigas do folclore nacional. São aqui interpretadas pelo pianista clássico americano Joseph Battista. Pelo que eu entendi, esta foi a primeira gravação em ‘long play’ desta obra, feita em 1953. Battista, travou contato com Heitor Villa Lobos no final dos anos 40, através da pianista Guiomar Novaes. Ao que tudo indica, ficaram amigos. Em 1952 ele começou a trabalhar as Cirandas, contando com o apoio e orientação de Villa Lobos  para a gravação deste disco. O álbum, naturalmente, foi lançado nos Estados Unidos. Sua edição no Brasil, ao que tudo indica, veio há alguns anos depois, ainda nos anos 50, com certeza. Deve ser um dos primeiros discos de 12 polegadas lançados no Brasil. Curiosamente trazendo o selo americano da MGM, fabricado no país pela Odeon.

terezinha de jesus

condessa

senhora dona sancha

o cravo brigou com a rosa

pobre cego

passa, passa gavião

xô, xô passarinho

vamos atrás da serra

fui no Itororó

pintor de cannahy

nesta rua, nesta rua

olha o passarinho, domine

a procura de uma agulha

a canoa virou

que lindos olhos

co-co-co

 

 

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta