Morgana Com Renato De Oliveira E Sua Orquestra (1960)

Boa tarde a todos! Aviso aos amigos cultos, parceiros e colegas blogueiros que devido as alterações aqui no Toque Musical, os links para os blogs e sites estão sendo recolocados aos poucos e na medida em que eu vou me lembrando. É bem possível que eu esqueça de alguns, por isso, peço a vocês que me envie seus respectivos endereços.
Para encher de água a boca de muitos por aqui, hoje estou trazendo mais um disco da cantora Morgana. Taí um álbum que eu ainda não vi ‘nas bocas’. Que eu saiba ou tenha visto, nenhum outro blog ainda o postou. Tá pra nós então… Lançado em 1960 pela Copacabana, este disco foi gravado numa sentada só. Quer dizer, depois de tudo pronto (repertório, arranjos e músicos da orquestra) o Maestro Renato de Oliveira só precisou esperar algumas horas a chegada da cantora que se atrasou porque tinha de dar de mamar ao filhote recém nascido. Segundo nos conta a jornalista Lenita Miranda, no texto de contracapa, eles passaram toda a noite e madrugada gravando, até amanhecer o dia.
Neste álbum podemos encontrar um repertório fino, com músicas de Dolores Duran, Fernando Cezar, Tito Madi, Edson Borges, Vera Brasil e outros. Realmente muito bacana. Para embelezar ainda mais a coisa, temos esta belíssima capa, onde a fada loira parece mais ser uma morena. Bela foto (e sem crédito!). Na verdade, a Morgana era loira, mas a Isolda morena.
Morgana se chamava, na verdade, Isolda Corrêa Dias. Não sei se já comentei isso em outras postagens de discos da cantora (e nem vou verificar), mas a Morgana era antes uma cantora lírica. Como cantora de música popular ela foi sucesso e contam também que ela abandonou a carreira quando estava no auge, trocando a música por uma pizzaria. O fim desta cantora foi muito triste. Com um tiro na boca, tentou tirar a própria vida. Foi socorrida, mas ainda no hospital, num momento de consciência, arrancou todos os tubos e fios que a mantinha viva. Faleceu ali mesmo no hospital.

tome continha de você
encontrei o amor
a rosa
carinho e amor
leva-me contigo
sonata sem luar
menina moça
falar por falar
segredo para dois
só falta aqui você
a flor
elegia ao violão

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

8 thoughts on “Morgana Com Renato De Oliveira E Sua Orquestra (1960)

  1. Grande Augusto!

    Há uma coisa fascinante nos LPs: as capas. Muitas delas são verdadeiras obras de arte. Eu sinto falta disso nos CDs. Embora tenha muita arte nos escartes de CDs (tem deles muito caprichados) mas o espaço da capa do LP é imbatível, era quase um outdoor portátil…

  2. Eu sempre achei que os produtores de disco são burros, mesmo, porque se fizeme os CDs (e DVDs) com a capa dos LPs, talvez eles vendessem mais. Digo, fazer um CD com a capa de 12 polegadas e o CD num saquinho dentro, e a capa == a de um LP.
    Que acham ?
    S

  3. Sergio, até que existem diversos cd com essa proposta, mas além do corpo há também o espírito e o conceito da coisa. Infelizmente o cd não tem isso. Ele reflete o seu tempo, o tempo de agora,onde as pessoas não tem tempo para se dedicar a ouvir um disco. Mais fácil é hoje em dia ouvir o cd. Aliás, acho, até o cd já está começando a ficar fora dessa.
    Mais fácil está sendo levar todo o mundo fonográfico dentro de pen drive. Você que é digital sabe disso melhor que niguém 🙂

Deixe uma resposta