Ary Toledo, Geraldo Vandré, Ana Lúcia, Os Cariocas, Paulinho Da Viola & Zé Kéti – Compactos REPOST

Para o nosso domingo ser mais feliz, passamos de quatro para seis compactos. O bom de colocar assim é que podemos ter uma maior variedade, agradando ‘gregos e troianos’. No caso da postagem de hoje, quero primeiramente agradar a mim mesmo – estes moram no meu repertório de assobios e cantaroladas. Isto também para não dizerem que por aqui só rola coisas estranhas. Na verdade a única coisa estranha aqui sou eu, hehehe… Muito estranho… vou da água ao vinho, da sopa ao mingau. “O importante é que a nossa emoção sobreviva!”

Então, temos na postagem do dia, seis compactos super bacana: Ary Toledo, nos tempos em que ele cantava mais do que fazia piadas. O quarteto Os Cariocas, sempre com muita bossa. Geraldo Vandré num compacto simples com duas músicas que fizeram parte da trilha sonora do filme “A hora e a vez de Augusto Matraga”. Segue outro Vandré ao lado da cantora Ana Lúcia numa gravação e compacto que é raridade total. Temos também o Paulinho da Viola num compacto duplo com quatro pérolas de sua autoria. E para finalizar, temos o Zé Kéti num compacto simples da Rosenblit. Este último disquinho traz a faixa “Acender as velas”, música esta que não consta no seu lp da mesma gravadora. Acho até que amanhã irei postar o álbum, assim a semana começa ‘nos trinques’. Podem aguardar… 😉
Ary Toledo
maria clara
o que será que as outras tem que a linda não tem
+
Geraldo Vandré
cantiga brava
modinha
+
Geraldo Vandré & Ana Lúcia
samba em prelúdio
você que não vem
+
Os Cariocas
minha namorada
nem o mar sabia
+
Paulinho da Viola
foi um rio que passou em minha vida
nada de novo
ruas que sonhei
sinal fechado
+
Zé Kéti
máscara negra
acender as velas

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

8 thoughts on “Ary Toledo, Geraldo Vandré, Ana Lúcia, Os Cariocas, Paulinho Da Viola & Zé Kéti – Compactos REPOST

  1. sensacional esse post. Os compactos do Vandré, quanto tempo faz que porcuro “A Hora e a vez de Augusto Matraga”! Vc sabe se há LP dessa trilha sonora?

    A versão de Cantiga Brava desse compacto é belíssima.

    Valeu mesmo!!!!

  2. Curiosamente, “O que será que as outras têm que a Linda não tem?” é de autoria de Demétrius, um dos pioneiros do rock nacional, criador de sucessos como “O ritmo da chuva”, “Corina, Corina” e “A bruxa”. E a “Linda” tornou-se obrigatória nos shows do “rei das piadas”, Ary Toledo. As músicas com Geraldo Vandré e Ana Lúcia, incluindo o megahit “Samba em prelúdio”, foram lançadas originalmente em 78 rpm pelo selo Audio Fidelity (AF-78-091), em 1963. O duplo de Paulinho da Viola inclui “Sinal fechado”, vencedora do último Festival de MPB da então combalida TV Record, em 1969, e também o maior sucesso de sua carreira, a eterna “Foi um rio que passou em minha vida”. “Máscara negra”, com Zé Kéti, foi um grande sucesso no carnaval de 1967, e do outro lado o autor regravou “Acender as velas”, originalmente lançada por Nara Leão em 1964, em seu segundo LP, “Opinião de Nara”. E no simples dos Cariocas, o destaque fica por conta do clássico “Minha namorada”, de Carlos Lyra e Vinícius de Moraes.

  3. Caro Augusto, o que está havendo, meu amigo, onde estão os links, destas jóias? Por favor, não nos deixe morrer de sêde na beira da fonte.
    Abraços,
    Paulo Alberto (Niterói)

Deixe uma resposta