Pericles Cavalcanti – Canções (1991)

Bom dia, amigos cultos e ocultos! Há muito tempo em venho querendo postar este disco aqui no Toque Musical. Na verdade, o que eu gostaria mesmo era de ter a honra de possuir em nossa lista alguma coisa do Péricles Cavalcanti. Taí um artista de quem eu sou fã de carteirinha desde a primeira vez que o ouvi. Péricles é um compositor genial. Suas músicas tem um encanto incomum, tanto na melodia quanto na letra. O cara é muito bom, podem acreditar! Estou falando assim como se Péricles fosse um desconhecido, o que não é verdade, porém e ainda hoje ele permanece um pouco oculto (e culto). Suas músicas são mais conhecidas nas vozes e interpretações de outros artistas como Gal Costa, Caetano Veloso ou Adriana Calcanhoto. Péricles é um músico de formação e influências multiplas como cabe a todo bom artista de sua geração. A filosofia, o tropicalismo, a poesia, o cinema e a convivência desde de muito cedo com figuras como Caetano, Gil, Mautner, Júlio Bressane, Susana Moares, Augusto de Campos e tantos outros, contribuiram para fazer dele um artista dos mais bacanas.
Embora já tivesse gravado um compacto, participado do disco “Copacabana mon amour” de Gil e também compondo e tocando a trilha para o musical da trupe “Asdrúbal trouxe o trombone”, só veio a gravar seu primeiro álbum solo em 1991. “Canções” foi seu disco de estréia. Um álbum totalmente autoral, onde ele retoma um pouco de tudo que já havia feito, expandindo seu talento para além da composição. Ele toca, canta e faz os arranjos. Em 1992 este álbum foi lançado na Alemanha e no Canadá. Isso rendeu a ele apresentações nos festivais de ‘Jazz de Hamburgo’ e no ‘World Music’ de Colônia. Com este disco ele recebeu o prêmio de melhor compositor de 1991 pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Para quem não o conhece, “Canções” é sem dúvida seu melhor ‘cartão de visitas’. Aliás, todo o seu trabalho é maravilhoso. Confiram aqui essa amostra…

dos prazeres das paixões
elegia
blues da passagem
tudo sobre eva
sonho proteína
nuvoleta
sem drama
meu bolero
ode primitiva
quem nasceu?
canto maneiro
farol da jamaica
música, por que?
eassimserá

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

Deixe uma resposta