Carlos Farias – Tupinikim (2000)

Olá, amigos cultos e ocultos! Para essa mostra no mês de fevereiro, eu havia separado uma porção de cd’s e nem me dei conta de que este mês são apenas 28 dias. E mesmo que fossem trinta, ainda assim, faltou dias para tantos disquinhos. Mas como o nosso barato é antes de tudo o vinil, vamos deixar os cds para um próximo momento, ou em edição extraordinária, vez por outra pinga um aqui 🙂
Bom, aqui temos o cantor e compositor mineiro, nascido na cidade de Machacalis, Carlos Faria. Como define bem seu parceiro e poeta, Gonzaga Medeiros, Faria é um autêntico representante da tradição musical dos índios maxakali, cuja aldeia fica ao lado da cidade. Carlos Faria cresceu em contato com esse universo tribal indígena e muito deste disco é resultado dessa sua herança sonora musical. Neste disco ele mescla um pouco disso com versos que falam de temas contemporâneos e universais como direitos humanos, cidadania, meio ambiente, amor e paixão. Há também uma versão para “Galos, Noite e Quintais”, de Belchior. Para este trabalho ele conta com a presença de um bom time de músicos, com destaque também para as participações especiais de Chico Lobo e Maurício Tizumba. Um belo disco que merece o nosso toque musical. Confiram no GTM… 
 
mão de nego
galos, noites e quintais
tupiniquim
cidadania
verde em concreto
a alma da mão
samba do brasil
vampira
anima coração
batukim brasileiro
rosa de valão
xambalua
 
 
.

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.