Lia Salgado E A Canção Brasileira (2009)

Bom dia! Finalmente chegou as minhas férias! Vou dar uma pausa de 15 dias e volto no final do mês para a gente comemorar os dois anos de Toque Musical. Teremos assim, mais três postagens nesta semana e ‘pé na estrada’!

Antes de fechar para o descanso, gostaria de deixar postado este disco recém-relançado da cantora lírica Lia Salgado. Ela já esteve presente em nosso toque musical à pouco mais de um ano atrás. Desta vez ela volta em grande estilo e em dose dupla no cd que reúne os álbuns “Interpretando Autores Brasileiros” de 1959, lançado pela Sinter (e postado aqui), juntamente com “Canção Brasileira” que saiu pela Chantecler nos aos 60. O relançamento dessas duas obras de Lia Salgado é de uma importância que vai muito além do próprio desejo de seus familiares em prestar-lhe uma homenagem. E eles, evidentemente, sabem disso, do valor artístico de uma grande intérprete. Ainda mais ao lado de Alceu Bocchino e Camargo Guarnieri, dois nomes de peso da música erudita brasileira, presentes não apenas nas músicas interpretadas, mas também (e principalmente) junto com a cantora, acompanhando-a ao piano. Vejam vocês a responsabilidade de Lia Salgado neste momento, gravando ao lado dos próprios autores. Mais que isso, a competência. Pois, poucos tiveram a oportunidade de estar em seu lugar, vivendo mais que um momento mágico, histórico! O presente álbum, em um delicado formato de livro, foi apresentado ao público a pouco mais de uma semana num lançamento acontecido no Museu Histórico Abílio Barreto, em Belo Horizonte. Este ‘mimo’ teve uma tiragem limitada e foi distribuído gratuitamente aos convidados e à diversos setores da cultura, além de bibliotecas e escolas. Sem dúvida, um ítem importante que enriquece nossos bancos de informação cultural.
Parabéns à família pela bela e necessária atitude, honrando não apenas à mãe e avó, mas também a um grande nome da música brasileira. Nós, os admiradores e amantes da boa música, só temos a agradecer. 🙂
Parte I
Ao piano: Alceu Bocchino e Camargo Guarnieri
amo-te muito
longe,bem longe
azulão
foi numa noite calmosa
quando uma flor desabrocha
canção das mães pretas
tayeras
aribu
segue-me
teus olhos verdes
vadeia caboclinho
Parte II
Ao piano: Alceu Bocchino
evocação
vida formosa
toada pra você
meu coração
cantiga de ninar
o doce nome de você
Ao piano: Camargo Guarnieri
pomba rola
viola quebrada
eu gosto de você
aceitei tua amizade
porque

Deixe uma resposta