Elis Regina E Jair Rodrigues – 2 Na Bossa (1965) REPOST

Olá amigos! O dia hoje foi quente, em todos os sentidos desagradáveis. Além do calor, do trabalho e do meu cansaço, estou com problemas de doença na família. Isso desestrutura qualquer qualquer um. Contudo, não faz parte dos nossos assuntos musicais. É uma questão particular e aqui ela não vem ao caso. Espero apenas que esses problemas não venha a afetar nossa rotina diária de postagens. Estou comentando isso apenas para que vocês não fiquem no ar, caso aconteça o inesperado e eu tenha que me ausentar por alguns dias. Como hoje eu não tive muito tempo, fui obrigado a recorrer aos meus ‘álbuns de gaveta’, aqueles que estão sempre prontos para as emergências.

Vamos assim com este delicioso disco de Elis Regina e Jair Rodrigues. Um álbum clássico dos anos 60. Um encontro ao vivo de dois importantes intérpretes da música popular brasileira. Este lp é o resultado de um show promovido por Walter Silva no lendário Teatro Paramount nos dias 9, 10 e 11 de abril de 1965. Nele se apresentaram juntos Elis Regina, Jair Rodrigues e acompanhando, o Jongo Trio, formado por Cido Bianchi no piano, Sabá no contrabaixo e Toninho Pinheiro na bateria. O projeto inicial era a apresentação de Elis junto com o Wilson Simonal e o Zimbo Trio. Mas por questões contratuais e agendas eles acabaram não podendo participar. Outro que também foi chamado mas também não pode fazer parte do show era Baden Powell, que preferiu ir para a Alemanha. Após assistir uma apresentação de Jair Rodrigues, que na época fazia sucesso com a música “Deixe isso prá lá”, Elis não teve dúvidas de que seria ele o seu companheiro no show. Como é notório, as apresentações foram um grande sucesso e renderam aos artistas um contrato com a TV Record para um programa semanal e ao vivo, o famoso “O Fino da Bossa”, onde grandes nomes em início de carreira se apresentavam. Sucesso leva a mais sucesso. “2 na Bossa” valeu ainda para mais dois volumes nos anos seguintes. Falar de repertório nessa altura do campeonato é bobagem. Todo mundo já conhece. Melhor mesmo é ouvir 😉
pot pourri de sambas
preciso aprender a ser só
ziguezague
terra de ninguém
arrastão
reza
tá engrossando
deus com a família
menino das laranjas

Deixe uma resposta