Blecaute – Don Octavio Henrique De Los Boleros (1961)

Bom dia, amigos cultos e ocultos! Neste mês de aniversário, minha intenção é manter o Toque Musical como nos bons tempos, com postagens diárias e bem variadas. Não sei de depois eu vou conseguir manter o ritmo, mas tá valendo.. 😉
Hoje temos ‘Don Octávio Henrique de los Boleros”, um nome que para quem não conhece, há de passar como mais um título criado pela indústria fonográfica mexicana, aportando por aqui. Mas esse é apenas um título para um disco do cantor Blecaute. Octávio Henrique era o seu nome de batismo. No início dos anos 60, Blecaute passou a ensaiar em seu repertório alguns boleros cantados em espanhol. Seus produtores, na época, acharam interessante transformar o cantor de samba em cantor de boleros. E deram assim vazão a uma ideia que acabou colando. Produziram este lp num clima bem ‘bolerado’, com boleros autênticos e outros adaptados. Coube ao maestro Gaya todos os arranjos, que conseguiu dar ao disco uma característica bem próxima aos originais latinos. Este lp foi lançado pelo selo Polydor em 1961. Depois saiu pelo selo Philips, curiosamente com uma inversão na arte da capa. Eu acredito que este disco da Philips é o que foi lançado no mercado internacional latino americano, principalmente na Colômbia e no Peru, onde o artista chegou a fazer muito sucesso. Confiram…

ahora seremos felices
palabras de mujer
amor
toda una vida
ay de mi
eclipse
un poquito de tu amor
una mujer
maria bonita
amor y mas amor
hipocrita
una lunera
.

Deixe uma resposta