Tio Bilia E Virgílio Pinheiro – Baile Gaúcho (1964)

Buenas! Rapidinha… Seguindo rumo ao Sul, vamos conhecer Antonio Soares de Oliveira – Mestre dos Gaiteiros Gaúchos e Rei dos Oito Baixos – mais conhecido como Tio Bilia. Figura de prestígio no universo da música regional sulista. Está para os gaúchos assim como o Luiz Gonzaga para os nordestinos. Estreou no mundo fonográfico tardiamente. Gravou pouco mais de meia dúzia de discos.”Baile Gaúcho” é um álbum clássico, o primeiro gravado por ele, no ‘meio a meio’ com Virgílio Pinheiro, outro grande gaiteiro, cujo o registro musical se limita a este disco (creio eu).
Indico aos interessados no assunto, “A sanfona de oito baixos na música instrumental brasileira”, de Leonardo Rugero Peres. Uma boa leitura sobre sanfonas e sanfoneiros.
Um detalhe curioso sobre nossas raridades: este disco, por exemplo, não se encontra facilmente para comprar. Sua última edição foi em 1968. Não foi mais relançando no país, mas em compensação na EMI da Bélgica ele saí por pouco mais de uns 10 Euros (será que a família ou quem detém os direitos autorais está recebendo direitinho essa grana aqui no Brasil?). Ups!
Não sei porque, mas este disco eu gosto de ouvir quando está amanhecendo o dia. Fica completo com um galo cantando no fundo do quintal. Aliás e por falar nisso, o Galo ontem cantou direitinho (felizmente não havia prorrogação)

missioneiro
surungo do quintino
casório do batista
serra de cima
20 de setembro
gauchada do meu pago
tropeiro em apuro
lembrança do morro negro
baile no galpão
galpão dourado
capão alegre
dois corações

Deixe uma resposta