Manoel Da Conceição – Mão de Vaca – A Batucada Do Mané (1975)

Olá amigos! Nosso encontro hoje é com o violonista Manoel da Conceição, também conhecido como “Mão de Vaca”. Segundo contam, ele recebeu este apelido na época da Rádio Nacional. Era um violonista autodidata. Iniciou profissionalmente a carreira no início dos anos 50 com integrante da orquestra de Rui Rei. Ao longo de sua carreira, trabalhou com diversos artistas, entre esses, Angela Maria, Radamés Gnatalli, Elizeth Cardoso e até o Chico Anísio com quem ele trabalhou por mais de dez anos fazendo fundo musical. Teve também o seu próprio conjunto e um programa na Rádio MEC. Foi também compositor, tendo como seu maior destaque a música “Dizem por aí”. Ao longo de sua carreira ele gravou poucos discos, mas teve participação em muitos. Não sabia nada de teoria musical, mas tinha ouvido e uma noçao particular de composição.
“Batucada do Mané” foi um álbum lançado pela RCA, em 1975, com direção de Rildo Hora. Ao contrário de outros discos de instrumentistas, este não é de todo instrumental. Mão de Vaca também canta e faz coro ao lado (acho) dAs Gatas. De autoral temos apenas três faixas, as demais são sambas de Noel Rosa, Caymmi, Monsueto, Ary Barroso e outros. Como se vê, trata-se de um disco essencialmente de samba. Mas há ainda espaço para o famoso tango de Gardel, “El dia que me queiras”, aqui tocado como um bolero (ficou perfeito!).
Até onde eu sei, somente este disco chegou a ser relançado em formato digital. É uma jóia admirada por todo apreciador de violão. Agradeço ao amigo Ricardo que gentilmente me cedeu o disco (quando quiser, pode mandar mais…).

disse me disse
não põe a mão
na baixa do sapateiro
gente humilde
exaltação à magueira – agora é cinza – maracangalha – cidade maravilhosa
batucada do mané
vou correr
feitiço da vila – com que roupa – palpite infeliz
saudade da bahia
el dia que me queiras
a fonte secou

Deixe uma resposta