Alceu Valença – Vivo (1976)

Domingo é um dia chato, principalmente depois do meio dia. Dá vontade de sumir. Felizmente sempre existe um paliativo para esses momentos. Hoje, quem me salvou da ‘deprê’ foi este disquinho aqui. Levantou o meu ânimo, me trouxe boas recordações…
Este foi o terceiro lp gravado por Alceu. O primeiro foi em parceria com Geraldo Azevedo, o “Quadrifônico”. O segundo, “Molhado de suor”, ainda não havia pegado o público de jeito. Foi só a partir de “Vivo” que o cara começou a ganhar popularidade. Depois de ter classificado sua canção “Vou danado pra Catente” no Festival Abertura. A música deu nome ao show que deu origem ao disco “Vivo”. Sem dúvida, um dos seus melhores trabalhos, num registro histórico onde participam artistas como Zé Ramalho, ainda pouco conhecido do público. Este é um álbum que eu recomendo… toca aí…

casamento da raposa
descida da ladeira
edipiana n. 1
você pensa
punhal de prata
pontos cardeais
papagaio do futuro
sol e chuva

Comments

comments

Facebook Comments Plugin Powered byVivacity Infotech Pvt. Ltd.

5 pensou em “Alceu Valença – Vivo (1976)

  1. Esse álbum é maravilhoso, cheio de vigor. Aprendi a ouvir Alceu em meados dos 70', época de grandes trabalhos na MPB.
    “Eu já não fumo, mas tuço fumaça de gasolina”

  2. POis é Big Clash… é exatamente por isso que fiz questão de postar esse disco. Quanto a fumaça de gasolina eu ainda continuo… Sou um membro ativo da Esquadrilha.

Deixe uma resposta