Aum Soham (2009)

Boa noite, meus prezados! Inicialmente, quero avisar a todos que a versão Toque Musical pelo WordPress está agora fechada ao público. Achei melhor fazer dessa forma, evitando deixar os desatentos ainda mais confusos. Tínhamos, até então, quatro versões do TM na rede. Uma fartura que tem lá suas razões. Porém, em julho, faremos uma pausa para as férias e também para as mudanças definitivas, como eu já havia comentando aqui. Completando 5 anos de atuação, o Toque Musical passará a ter o seu espaço próprio, sem mais sofrer ameaças de cortes como várias vezes já ocorreu. Continuaremos mantendo a mesma política de acesso, através do GTM. Fiquem ligados, leiam os toques para não se perderem.
Dando sequência à essa semana do alternativo independente, vamos com mais um artista que merece ser ouvido com outros olhos. Apresento a vocês Aum Soham, artista mineiro com uma formação multifacetada em artes plásticas, dança, literatura, fotografia e música. Sua atuação na música começa a partir dos anos 80, em São Paulo, na efervecência da chamada “Vanguarda Paulista”. Seu trabalho se iniciou no uso da tecnologia aplicada à música, explorando diferentes recursos vocais numa estética não muito convencional. Nessa época, se apresentou em diversos espaços culturais de Sampa, Como no Teatro Lira Paulistana, Sesc Anchieta, Centro Cultural de SP, entre outros…
Repleto de experimentalismo vocais e inovações sonoras, o EP “Aum Soham” nos apresenta um mix de elementos eletrônicos e acústicos em composições onde a voz transmutada e em incontáveis sonoridades e ruidos, alcança uma nova característica, com resultados surpreendentes. “É incrível perceber, por exemplo, que os sons de água pingando numa suposta caverna, no final da faixa “Douan”, tenha sido  produzido pelo artista, apenas com ruídos de saliva, respiração e estalos de língua”
“Aum Soham” foi lançado primeiro no mercado americano, em 2008 e posteriormente em São Paulo e Belo Horizonte. Aqui vamos encontrar duas músicas, “Cânticos” e “Douan” e suas versões remixadas. Incluí também, em forma de bônus, uma nova versão de “Canticos”, feita pelo artista para um clipe com imagens de filmes do Zeitgeist. Quem quiser conferir, é só dar um toque. Tá na mão, tá no GTM 🙂

cântico (original remix)
douan (original remix)
douan
cântico
cântico (remix zeitgeist movie)

Deixe uma resposta