Jorge Henrique, Hugo Lander E Alan Gordon – Cheek To Cheek Nº 2 (1958)

Hoje cedo levei o meu carro para um alinhamento e bem em frente da oficina passou um catador de papel com seu carrinho cheio de coisas. Por curiosidade me aproximei dele e percebi que em seu carrinho ele levava uma caixa cheia de discos. De cara eu vi que ali tinha coisa boa. Não deu outra, pedi a ele para ver os discos e realmente encontrei um montão de coisa rara. Não resisti, comprei tudo. Sei que além de vocês há uma outra pessoa que vai adorar essa minha aquisição (não é mesmo, Edu?). Vamos então começando a por as bolachas para rodar…
Segue aqui um álbum raro e interessantíssimo, “Cheek to cheek”, com o trio formado pelo brasileiro Jorge Henrique e os americanos Hugo Lander e Alan Gordon. Na década de 50 eles fizeram muito sucesso em casas noturnas do Rio e São Paulo. Gravaram o primeiro “Cheek to cheek”, o qual eu não conheço. e ainda no mesmo ano de 58 saiu este de número 2. Do pouco que sei sobre eles, é o que temos de disponível na rede, através (principalmente) de blogs como o Toque Musical. Era mesmo um trio curioso, com Gordon no piano, Jorge Henrique no orgão e Lander na bateria. O resultado me faz lembrar um solitário tecladista fazendo fundo musical numa churrascaria. Por favor, não me interpretem mal. Claro que estamos falando aqui de instrumentistas de primeira, os quais nem se comparam com esses animadores de salão. Além do mais, o repertório, os arranjos e a técnica dos músicos dá a este lp uma qualidade inquestionável. Eu me refiro mesmo ao som produzido nessa fusão de piano, orgão e bateria. Se tivesse uma guitarra, um contrabaixo eu já diria que parece o Waldir Calmon. “Cheek to cheek Nº 2” foi concebido para se dançar juntinho, de rosto colado e suavemente. Fica também muito bom para se ouvir como música ambiente na festa de reveilon. Quem sabe a gente começa o ano assim, dançando de verdade, não é mesmo?

tea for two
i’m in the mood for love
it had to be you
good night sweetheart
drean
summertime
tudo acabado
nova ilusão contigo
remorso
caixa postal 00
c’est fini

Deixe uma resposta