Língua De Trapo (1982)

Olá amigos cultos e ocultos! Há muito eu venho pensando em fazer uma semana dedicada ao humor, mas sempre acabo adiando. Desta vez vai ser diferente, fiz aqui uma seleção que vai de grupos musicais à contadores de piadas. Dizem que rir é um ótimo remédio, então nossa semana vai ser curativa e em doses mais que homeopáticas.
Começo com um disco que eu acho ótimo, do grupo paulista Língua de Trapo. Eles começaram no início da década de oitenta e continuam ativos até hoje. Seu trabalho musical é todo pautado no humor, uma característica marcante na mpb daqueles anos. Eles estrearam em disco com este álbum, que para mim é insuperável, ou melhor dizendo, memorável. Ainda hoje guardo de cor as letras de todas as músicas. Em nossas festas, tocar Língua de Trapo numa rodinha ao violão era sagrado. Me lembro até do dia em que comprei este disco. Fui para casa levando as últimas aquisições, compradas na Cotec da Engenharia UFMG.Encontrei no caminho um amigo (recém chegado da Colombia) e fomos juntos ouvir meus novos discos. Chapados, demos boas gargalhadas ao longo de cada faixa que íamos escutando. Quando chegou no final da última música, escutamos uma vinheta, uma voz que parecia alguém falando em russo. Era na verdade uma gravação ao contrário, eu de curioso, soltei a agulha no sulco e rodei o prato do tocadiscos com a mão no sentido contrário. Escutamos então: “Você está estragando a sua radiola!” Essa foi a melhor… filhos da mãe! Eu lá, que nem um bobão, caindo na mais original pegadinha fonográfica. Por essa eu não esperava, mas foi ótima. Rolamos de tanto rir. Muito original…

burrice precoce
reguí spiritual
tragédia afrodisíaca
xote bandeiroso
concheta
xingu disco
o que é isso companheiro
vampiro s.a.
romance em angra
quem ama não mata
vinheta invertida

Deixe uma resposta