Bob Fleming Quartet – Sax Hi-Fi (1958)

Boa hora a todos, amigos cultos e ocultos! De uns tempos para cá tenho postado muitos discos das décadas de 50 e 60.Algumas pessoas nos escreve pedindo também discos dos anos 70 e 80. A gente publica também, mas tudo tem a ver com o momento… O momento em que os discos por aqui vão surgindo. E atualmente e nos últimos meses, temos nos dedicado a apresentar de forma alternada, discos de 10 e 12 polegadas, Mas fiquem tranquilos, discos e títulos é o que não falta. Falta mesmo é o de sempre, tempo… tempo para postar com capricho e dentro do prazo. Mas vamos seguindo… Pois como já foi dito, a gente tarda mas não falta.
Seguimos aqui com este lp do Bob Fleming Quartet, o segundo de uma série personificada, inicialmente, pelo saxofonista Moacyr Silva. Como todos já devem saber, o ‘Bob Fleming’ foi uma invenção de Nilo Sérgio, músico e empresário, dono da Musidisc. Era muito comum no mundo fonográfico estratégias como essa de pseudônimos para que os artistas pudessem atuar, sem ferir seus contratos com outras gravadoras. Essa é uma história já bem contata por aqui e que vocês, caros amigos cultos e ocultos já devem conhecer. Em “Sax Hi-Fi” temos um excelente quarteto interpretando uma seleção de ‘standard’ da música americana, seguindo a mesma linha do primeiro disco que também traz um mesmo tipo de repertório. Por certo, este é um disco já bem manjado, mas sempre agrada. E aqui é mais um para enriquecer nossas fileiras. Confiram no GTM…
 
manhattan
i get a kick out of you
over the rainbow
who
i won’t cry anymore
an affair to remember
cheek to cheek
stormy weather
love letters in the sand
my funny valentine
because of you
almost paradise
 
 
.

Bob Fleming – Jovens Enamorados (1971)

Olá amigos cultos e ocultos! Aproveitando um lote de discos que havia digitalizado para o site de um amigo, que acabou abandonando o barco, estou agora publicando eles por aqui. Como já havia dito anteriormente há muito de música e artistas mineiros e ao longo do tempo iremos trazendo para o deleite de todos.
Aqui temos, mais uma vez, o lendário Bob Fleming, encarnado na figura do saxofonista mineiro Moacyr Silva e também o carioca Zito Righi, que segundo contam foi quem primeiro recebeu a alcunha dada por Nilo Sérgio, produtor e diretor da gravadora Musidisc/Brasil. Confesso a vocês que já nem sei mais quem é quem, ou por outra, não posso afirmar que este disco seja o Bob Fleming Moacyr ou Zito. Mas, considerando o ano de lançamento deste disco, originalmente em 1971 (e reeditado em 83) e também pela ‘pegada’ no sax, acho que este aqui é mesmo o Moacyr Silva.
“Jovens Enamorados” é um disco romântico dividido em temas nacionais e internacionais. Penso até que seja este lp uma coletânea, visto que há aqui gravações que parecem serem de momentos diferentes. Independente disso, trata-se de um bom disco, com bons solos de saxofone, que muito me faz lembrar outro grande saxofonista, o americano Ben Webster. Não deixem de conferir no GTM…

i left my heart in san francisco
blú
le bateau blanc
call me irresponsible
dois perdidos
i could have danced all night
o sol nascerá
nem uma luz brilhou
diga que sim
canção para um home no espaço
é demais
o amor… do amor
 

.